A Covid e a restrição nada exitosa

Os trezes municípios da região do Pajeú que cumpriram um duro lokcdown voltaram a condição normal, e passaram a adotar esta semana, uma estratégia para disciplinar as filas e o fluxo no comércio local para o cumprimento dos protocolos sanitários principais, que são: distanciamento social, uso de máscara e higienização.

As medidas mais restritivas que os 13 municípios seguiram juntos e editaram ao mesmo tempo, eram para suspender as atividades presenciais em todo o comércio. Mas, não  ofereceram resultados exitosos.

O Ministério Público de Pernambuco constatou que mesmo com todas as  restrições impostas à comunidade, as pessoas não ficaram em casa como recomendado.

“Verificou-se na região, que, mesmo depois da vigência da quarentena do Estado, com diversos estabelecimentos fechados, o povo continuava na rua. Isso gerou um impacto negativo na economia, com a situação de concorrência desleal, isso porque alguns comerciantes ficaram com seu estabelecimento fechado, observando outros abertos venderem os mesmos produtos que eles", informou o promotor de Justiça Lúcio Almeida Neto, coordenador da 3ª Circunscrição Ministerial.

Os 13 municípios que cumpriram juntos esse protocolo foram: Tabira , Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Quixaba, Itapetim, Brejinho, São José do Egito, Santa Terezinha, Sertânia, Solidão, Ingazeira, Iguaracy,  Ingazeira e Toritama.

Bolsa Saloá > O Prefeito de Saloá, Júnior de Rivaldo (MDB), resolveu criar no município, o Auxílio Emergencial Municipal. O objetivo é acolher famílias em situação de pobreza e extrema pobreza por lá. O auxílio tem caráter temporário e será pago em três parcelas mensais de R$ 200,00.  Para receber o Auxílio Emergencial Municipal a família precisa residir em Saloá e ter inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do município há pelo menos um ano.

Não é obrigatório > A Câmara de vereadores do Cabo de Santo Agostinho deu início a adequação administrativa e organizacional que retira a obrigatoriedade da correção anual dos servidores comissionados do poder legislativo municipal. Com esse novo formato sobre os vencimentos dos servidores comissionados, a Câmara Municipal reduzirá a despesa com o pagamento anual da folha em cerca de R$ 1 milhão.  

Devolveu dinheiro > Em Moreno, durante visita ao hospital local, o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Mozart Bruno (PSB), anunciou o repasse de R$ 300 mil para que a prefeitura invista na saúde do município. A devolução é fruto de economia e adequação financeira. 

Catende quer compromisso > Em Catende o  Democratas começa a avaliar os nomes daqueles que disputarão ou receberão apoio da legenda. Em nota publicada nas redes sociais, o presidente, advogado Erivaldo Melo, disse que vai apoiar "quem assumir compromisso partidário". "As pessoas que têm espírito partidário se sacrificam no interior do país, se submetendo a apoiar candidaturas muitas vezes vitoriosas, mas que não têm nenhum compromisso com o programa, valores e com os demais membros do partido."  

Se a moda pega > Em Serra Talha, a prefeita Márcia Conrado (PT), pediu esforço extra durante esse período difícil, principalmente aos secretários. Cada secretário vai doar cestas básicas a quem mais precisa tirando do seu próprio salário outros cargos comissionados que decidirem, por sua própria vontade, também poderão colaborar

Veja também

Estadunidense ganha até cerveja para se vacinar
Vacinação contra Covid-19

Estadunidense ganha até cerveja para se vacinar

Sarah, do BBB 21, diz que pediu desculpas para Juliette
BBB 21

Sarah, do BBB 21, diz que pediu desculpas para Juliette