A revolta dos prefeitos do interior

Um anúncio feito pelo prefeito do Recife, João Campos (PSB), na última terça-feira (27), não agradou e pegou mal entre os colegas prefeitos pelo estado. É que João comunicou o início da vacinação contra a Covid-19 para trabalhadores da educação básica, com idades a partir de 40 anos, sejam em instituições públicas ou privadas que atuam na capital. 

O anúncio pegou todos os gestores de surpresa, uma vez que em uma reunião com secretários de Saúde dos municípios, governo do Estado e Ministério Público, ficou combinado que nenhuma cidade poderia avançar a imunização para outra categoria antes de concluir a aplicação das doses nos profissionais de saúde.

Quem foi a público pedir esclarecimentos foram os prefeitos, de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL) e de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB). Miguel lembrou que, assim como todas as cidades, Petrolina acatou a recomendação e o anúncio causa um conflito com a categoria dos professores. “Não pode uma prefeitura, só porque é do PSB, ter mais direito que todas as outras. Todos os professores merecem vacina “, declarou.

Pimentel disse se tratar de um desrespeito com todos os pernambucanos. “Todos nós estamos passando esse constrangimento em nossos municípios, enquanto assistimos à Prefeitura do Recife transformar uma ação humanitária numa midiática e inoportuna ação de promoção pessoal", criticou.

Raquel Lyra, reforçou que o Programa Nacional de Imunizações deve seguir critérios de equidade em todo território nacional, sendo a ordem de prioridade dos grupos estabelecida pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 do Ministério da Saúde. 

Serviço essencial > A maioria dos vereadores de Petrolina colocou de lado as críticas que vinham recebendo e aprovou o projeto de lei 037/2021 – de autoria dos vereadores da bancada evangélica, sobre tornar igrejas e cultos religiosos, como serviços essenciais em momentos de calamidade pública como esse da pandemia de Covid-19. Nas duas votações, a matéria passou por 17 votos a favor  e um contra.

Acordo de cooperação > Em Surubim, a Prefeitura Municipal firmou acordo de cooperação técnica com a Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), com vigência de cinco anos, o convênio prevê o compartilhamento de sistemas, processos, práticas, produtos e metodologias; bem como o planejamento e a execução de atividades conjuntas, com vistas ao fortalecimento e a interação dos dois órgãos.

Respirando aliviado > Em São José do Egito, o prefeito Evandro Valadares pode respirar mais aliviado, já que o Tribunal de Contas de Pernambuco analisou, na 13ª Sessão Ordinária da Segunda Câmara a prestação de contas da sua gestão no ano de 2019. A decisão foi seguida por unanimidade.

Acelerando a corrida > O ex-prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), vem acelerando a sua agenda rumo a 2022. Com o slogan ‘Grande como Pernambuco, Forte como o Sertão’, Duque vem fazendo sua pré-campanha a deputado estadual. O ex-prefeito já tem apoios em Belém do São Francisco e cidades próximas.

Veja também

Defesa civil dos municípios da RMR registram ocorrências por conta das chuvas
Chuvas

Defesa civil dos municípios da RMR registram ocorrências por conta das chuvas

Testes de anticorpos após vacina contra Covid-19 são incapazes de garantir a eficácia do imunizante
Coronavírus

Testes de anticorpos após vacina contra Covid-19 são incapazes de garantir a eficácia do imunizante