O assassinato do secretário e uma cidade estarrecida

O assassinato do secretário de Articulação Institucional da Prefeitura de Pesqueira, no Agreste pernambucano, Wellington Guenes de Souza, de 41 anos, na noite dessa segunda-feira (7), ainda repercute fortemente em todo o interior do Estado.

Em entrevista a uma rádio local, o delegado da Polícia Civil do município, Bruno Gabriel, disse que não houve nenhum registro de ameaças, feito pelo secretário, que indicasse que ele corria risco de ser assassinado, afirmou também que as investigações seguem em “absoluto sigilo”.

Guenes foi morto com um tiro de espingarda, na frente da prefeitura de Pesqueira, enquanto saia de um aniversário do prefeito Bal de Mimoso, juntamente com alguns colegas, e também com o secretário de Governo e Planejamento da prefeitura, Cacique Marcos Luidson. Ao sair, foi abordado por dois homens. Um deles sacou uma arma e atirou, em seguida fugiram.

O velório e o enterro de Wellington aconteceram mesmo na cidade sob o clima de forte comoção. Na cidade ninguém entendeu ainda os motivos e a ala política da cidade não acredita que o crime tenha ocorrido por motivos profissionais.

Fez a festa
O prefeito de Belém do São Francisco, Gustavo Caribé (MDB), na companhia do vice-prefeito Dr. Batista, e do time de vereadores, recebeu a visita do deputado federal Fernando Filho (DEM) e do deputado estadual Fabrízio Ferraz (Progressistas). Os parlamentares trataram das diversas obras que estão por vir, além de anunciar a pavimentação asfáltica de diversas ruas, retroescavadeiras, perfuratriz, adutora, projeto da Barragem do Riacho Grande, emenda para aquisição de uma ambulância, emenda para o custeio na saúde no valor de R$ 737.000,00 mil reais, revitalização de toda entrada da cidade e mais de R$ 1 milhão de reais para pavimentação do bairro Belo Horizonte.

Os ônibus
O deputado estadual Antônio Fernando (PSC) foi pedir providências ao novo diretor presidente da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal, Antônio Cavalcanti Junior. Ele quer a retomada imediata do funcionamento das linhas de Ônibus tipo Leito, nos percursos Araripina/Recife e Recife/Araripina, por parte da empresa Progresso. “Agora restaram apenas linhas de ônibus tipo 'pinga-pinga', com cadeiras desconfortáveis e muito estreitas, completamente inadequadas para viagens longas”, disse ele. Antônio se comprometeu em lutar pela causa.

A Cannabis e os deputados
A comissão especial da Câmara dos Deputados analisou o Projeto sobre a proposta de legalização do cultivo no Brasil, para fins medicinais, veterinários, científicos e industriais, da Cannabis Sativa, a planta que se usa para produção de maconha. Os deputados Pernambucanos 
Fernando Coelho Filho (DEM) e Pastor Eurico (Patriota), titulares da comissão, votaram contra a proposta. Daniel Coelho (Cidadania) que é suplente, não teve direito a voto, mas comemorou a aprovação. 

Presos, não
O vereador e líder da bancada governista na Câmara de Vereadores de Petrolina, Ronaldo Silva (DEM), fez duras críticas ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), na sessão legislativa desta terça-feira (8), por conta da inclusão de pessoas privadas de liberdade no grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19 no Estado. “É lamentável que nosso governador tenha liberado vacinação para os detentos, para os bandidos que estão nas cadeias, presos".

Veja também

Criatividade estará em alta

Criatividade estará em alta

Superpedido de impeachment contra Bolsonaro será protocolado na quarta com ato em Brasília
Governo

Superpedido de impeachment contra Bolsonaro será protocolado na quarta com ato em Brasília