O candidato e a dificuldade com o isolamento

A difícil missão de pré-candidatos seguirem as regras de isolamento social para combater a propagação do Coronavírus, chegou em Arcoverde. A prefeita Madalena Britto (PSB) se vê em uma situação complicada, quando seu escolhido para disputar a prefeitura não cumpre as recomendações sanitárias estabelecidas pelo seu próprio governo. 

O comentário na cidade é que o empresário Wellington Maciel (MDB) vem descumprindo várias recomendações. Recentemente foram divulgadas imagens em que o pré-candidato aparece reunido com apoiadores em um restaurante da cidade, sem o uso de nenhum tipo de proteção. As fotos que estão circulando mostram Wellington burlando o decreto de sua madrinha política, Madalena, em vários pontos.  

E para ficar ainda mais rígido, o Centro de Operações Emergenciais Municipais de Arcoverde – Coema definiu, em reunião ocorrida na última quarta-feira (29), novos critérios envolvendo horários de funcionamento para estabelecimentos na cidade, em que bares, restaurantes e lanchonetes permanecem com atendimento por Delivery, sem ponto de entrega no local do estabelecimento e solicita que a população aumente o isolamento social para que haja uma redução no número de contágio e mortes por conta da Covid-19.

A decisão foi tomada após o aumento no registro de casos confirmados da doença, que parece não preocupar o postulante a prefeito. Resta saber o que a prefeita vai fazer para controlar os impulsos e as decisões do seu ungido.

Não quer a transferência > O PSB de Pernambuco recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral para tentar impedir a mudança de domicílio eleitoral de três políticos que não foram revelados para a cidade de Brejinho. No parecer, enviado pelo MPPE, diz que os três “não comprovaram vínculos familiares, sociais, profissionais, patrimoniais ou econômicos que justificassem a mudança para o município”.
 
A saga dos áudios vazados > Um arquivo de áudio, que dizem ser do vereador Juciano Marques, circula em Iguaracy afirmando que o candidato a prefeito será o atual vereador Francisco Sales e Leonardo, filho do ex-prefeito Francisco Dessoles, como vice. “O grupo está esperando o resultado da pesquisa, mas como não sou baú para guardar segredo e nem rabo preso com ninguém, o candidato é Chico de Sales e Léo de Dessoles”, afirma o áudio.

Esquerda unida > Em Parnamirim o PT e PSB decidiram se unir e compor a chapa majoritária. Apesar de não divulgarem os nomes do momento, integrantes dos dois partidos comemoraram a união no que chamaram de “encontro histórico”, uma vez que pra isso foi preciso o PT precisou anunciar o rompimento com o PTB, que andaram juntos nas eleições de 2012 e 2016.

Unilateral > Em Cabrobó o Partido dos Trabalhadores entrou em conflito após a desistência da pré-candidatura a prefeito, do atual vice, Pedro Caldas e seu apoio repentino ao presidente da Câmara, Dim Saraiva (MDB) e seu grupo. De acordo com a legenda, a decisão foi unilateral. A expectativa é que o partido oficialize a nova chapa com o médico e ex-prefeito, Dr. Auricélio Torres (PSB) na majoritária.