O colapso iminente dos leitos de UTI e a queda de braço política

O percentual de ocupação de leitos públicos de UTI COVID no Vale do São Francisco flutuou entre 90% e 95% nos últimos dias e os novos casos continuam a crescer. Hospitais importantes, como o Hospital Universitário e os hospitais particulares com leitos contratados para o SUS chegaram a 100% de ocupação nesse período. Estamos, neste momento, à beira do temido caos, quando o sistema de saúde entra em colapso e pessoas que dependem do SUS podem morrer à mingua nos corredores dos hospitais lotados.

O aumento no número de casos da chamada segunda onda tem papel importante no cenário atual. Os números de casos vêm crescendo de forma assustadora na região, sem sinais de desaquecimento! Entretanto nossa equipe apurou que mais de 50 leitos de UTI COVID foram fechados desde o fim da primeira onda de contágio. Esses leitos fechados e que não foram reabertos mesmo após vários dias com a capacidade de internação beirando os 100% colocam em risco as cerca de 3 milhões de pessoas que vivem na nossa região.

Todos esses trinta leitos foram desativados e o Hospital de Campanha já foi desmontado e não há previsão de reabertura. Infelizmente, até o momento, a segunda onda parece estar sendo, em grande parte, negligenciada pelos nossos governantes. Se há disputas politicas sobre quem assume os custos, uma coisa é certa: quem está pagando essa conta de irresponsabilidade é a população do Vale do São Francisco e poderemos contar mais mortos, muito mais em poucos dias.

Na berlinda > Em Garanhuns, no Agreste, o Tribunal de Contas de Pernambuco deu início à uma auditoria para fiscalizar se há pagamentos indevidos de despesas com aquisição de combustíveis, prorrogação ilegal de contrato de consultoria jurídica em relação ao provimento do quadro da Procuradoria da Câmara Municipal e indícios de direcionamento de licitação. A presidência da Casa ainda não se pronunciou.

RS 80 milhões > O senador petrolinense, Fernando Bezerra Coelho (MDB) anunciou a liberação de R$ 80 milhões do governo federal para a Adutora do Agreste que vai levar água do Rio São Francisco para 68 municípios de Pernambuco. “A liberação de recursos novos para a Adutora confirma o compromisso do governo do presidente Jair Bolsonaro com as obras hídricas e o acesso à água em Pernambuco'', disse o senador.

Diplomação em cheque > Dos 15 prefeitos pernambucanos que foram eleitos e apresentaram falha no registro de suas candidaturas na Justiça, pelo menos seis poderão não ser diplomados este mês e nem tomar posse em janeiro, mesmo com recurso, incluindo o prefeito de Tuparetama, Domingos Sávio da Costa Torres- PTB, e Pesqueira, Marcos Luidson de Araújo, do Republicanos. 

Festas suspensas > O prefeito de Carnaíba, Anchieta Patriota (PSB) suspendeu, por prazo indeterminado, a promoção e realização de todo tipo de evento festivo, interativo, comemorativo e similares que produzam aglomeração de pessoas. Segundo o prefeito, a decisão foi tomada após analisar a semana epidemiológica. “A semana passada foram 33 casos, e esta semana já foram onze, mas ainda temos muitos exames para serem resolvidos”, declarou.

Veja também

Acusado de furar fila da vacina, chefe do Estado-Maior espanhol renuncia
Coronavírus

Acusado de furar fila da vacina, chefe do Estado-Maior espanhol renuncia

Renata Sorrah será a nova vilã da continuação de 'Verdades Secretas'
Streaming

Renata Sorrah será a nova vilã da continuação de 'Verdades Secretas'