O vice que foi, sem nunca ter ido

Em Araripina os ventos são de reconciliação entre o prefeito Raimundo Pimentel (PSL) e o seu vice, Bringel Filho (PSDB). Há 8 meses Bringel anunciava o rompimento com a gestão de Pimentel afirmando que estava insatisfeito com a administração e que queria seguir o próprio caminho na política. Caminho este que era o de apoiar seu pai, ex-prefeito e ex-deputado estadual, Emanoel Bringel para disputar a prefeitura de Araripina nas eleições de 2020. 

Mas agora, há poucos meses das eleições municipais, o cenário é outro. Pimentel anunciou nas redes sociais o retorno dos dois ao seu grupo. “Em ato de grandeza, eles se unem a nós em reconhecimento ao nosso trabalho. Bringel Filho sabe que é hora de unir forças para fazer Araripina cada vez melhor e evitar a volta de um tempo que trouxe tanto sofrimento para nossa gente. 

Pré-candidato a reeleição, Pimentel já havia dado sinais de que queria ter ao seu lado, como vice-prefeito, o presidente da Câmara e amigo, Evilásio Mateus. Contudo, um novo jogo pode se desenhar com a volta de seu atual vice.

Em pesquisa recente divulgada a gestão do prefeito Raimundo Pimentel foi avaliada positivamente, segundo sua assessoria. Sa saída do grupo de Emannuel Bringel também enfraquece a oposição que ja tinha essa ruptura como favas contadas.

Política X Religião > O prefeito de Tamandaré, Sergio Hacker (PSB), recebeu uma dura advertência do MPF e MPPE para que encerre todas as transmissões e qualquer divulgação de caráter religioso nos canais oficiais da prefeitura na internet. Segundo a recomendação, os eventos ferem os princípios do Estado Laico do país. O prefeito tem 5 dias para informar o acatamento da solicitação.

Multa de R$16.943,00 > O prefeito de Tuparetama, Domingos Sávio da Costa Torres (PTB), foi multado em mais de R$16 mil reais pelo Tribunal de Contas do Estado. De acordo com o Relatório de Auditoria, as contas referentes ao ano de 2017 tiveram irregularidades em vários setores envolvendo convênios, licitações, combustível e outras despesas. 

Pediu desculpas > Em Afogados da Ingazeira o vereador Zé Negão (PODEMOS) deu o braço a torcer e pediu desculpas ao prefeito José Patriota, após várias ofensas que circularam em um áudio de WhatsApp. Mas criticou a Moção de Repúdio por parte dos vereadores e chamou de “reação orquestrada”.

Empurra-empurra > Em Itapetim, após a prefeitura jogar a culpa da demora na reabertura do Açougue Municipal na Celpe, afirmando que não há nenhuma irregularidade com a empresa, a companhia Energética de Pernambuco afirma que 2 projetos da prefeitura foram reprovados por “inconformidades técnicas”, que já fora indicadas aos responsáveis técnicos da administração municipal para viabilizarem a ligação da unidade.
 

Veja também

Emirados Árabes preparam lançamento de sua primeira missão a Marte
Notícias

Emirados Árabes preparam lançamento de sua primeira missão a Marte

Série 'Estado Zero' resgata tema dos refugiados, mas com soluções fúteis

Série 'Estado Zero' resgata tema dos refugiados, mas com soluções fúteis