Prefeito exonera vice cassado

Em Arcoverde, Sertão do Moxotó, os problemas e as confusões políticas parecem não ter fim. O prefeito interino Weverton Siqueira, o Siqueirinha, do PSB, assinou na manhã dessa terça-feira (3) a portaria de exoneração do ex-vice-prefeito, que ocupava o cargo de secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, o delegado Israel Rubis (PP). 

A exoneração aconteceu exatamente um dia após a vereadora Zirleide Monteiro (PTB) gritar bem alto que o delegado Israel Rubis ainda está exercendo o cargo de Secretário apesar de ter tido seus direitos políticos suspensos por oito anos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). 

Na cidade ainda se fala do processo em que Rubis, juntamente com o ex-prefeito Wellington Maciel, foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco por abuso de poder político e econômico nas últimas eleições. Quem também faz parte do processo é a ex-prefeita Madalena Britto (PSB). 

A vereadora afirma que os envolvidos tiveram seus direitos políticos suspensos por oito anos e estão ainda recorrendo da decisão ao TSE. O prefeito interino manteve as portarias dos ordenadores de despesas e gestores de fundos realizadas pelo prefeito cassado (Wellington) mantendo nos cargos, Patrícia Padilha, na Assistência Social; Álvaro Neves, na Saúde; Antônio Rodrigues, na Educação; Abel Ferreira, na Arcontrans; e Maria Juliana na Cultura. 

Contra as medidas > O Deputado Federal, Fernando Rodolfo (PL) virou notícia no interior do estado inteiro, ganhando adesões e revoltas. É que ele não está de acordo com as medidas restritivas adotadas pelo governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), no combate a pandemia do Coronavírus. Segundo ele a pandemia exige certas medidas, contudo, é preciso ter argumentos lógicos para frear a situação, sem atingir diretamente a geração de empregos em todo o estado.  

Com ressalvas > O prefeito eleito de Ingazeira, Luciano Torres (PSB), respira aliviado. Ele teve suas contas de campanha aprovadas com ressalvas pela Justiça Eleitoral.  Na cidade a oposição já estava preparada para soltar os fogos.

Mais rigidez > O Prefeito de Santa Terezinha, Delson Lustosa (PODE) colocou em sua cidade medidas mais duras que as anunciadas pelo governo do Estado. Ele decretou, em caráter extraordinário, o toque de recolher no horário das 22h até as 05 da manhã  em todo o município. Na cidade teve gente que apoiou a medida, e gente que torceu o nariz achando a decisão exagerada.

Rejeitadas > O Tribunal de Contas de Pernambuco julgou irregulares as contas da ex-prefeita de Pesqueira, Maria José (DEM) relativa ao ano de 2018. O TCE emitiu parecer recomendando que a Câmara Municipal de Pesqueira rejeite as contas. Segundo o TCE, três irregularidades graves ensejaram a rejeição: Excesso de despesa com pessoal, que superou 65,85%. Excesso de restos a pagar processados de R$ 9.122.109,3, recolhimento a menor das contribuições retidas dos Servidores ao Regime Geral da Previdência Social no valor de R$ 44.662,01, como também das contribuições patronais devidas ao Regime Próprio de Previdência no valor de R$ 397.204,18.

Veja também

Cinco pessoas esfaqueadas em ataque em mesquita na capital da Albânia; agressor foi preso
Europa

Cinco pessoas esfaqueadas em ataque em mesquita na capital da Albânia; agressor foi preso

Israel compra mais milhões de doses da vacina da Pfizer
Vacina

Israel compra mais milhões de doses da vacina da Pfizer