Sedento por cargos, PT busca mulher para AGU; confira a coluna desta sexta (1º)

“A monstruosidade do desgoverno continua a todo vapor”
Deputado Messias Donato (Rep-ES) sobre plano de taxar compras internacionais

Sedento por cargos, PT busca mulher para AGU
As discussões dentro do PT avançaram para além do substituto de Flávio Dino no Ministério da Justiça e já alcançam também eventual nome para a Advocacia-Geral da União. Lideranças petistas consideram o partido “herdeiro natural” da pasta, já que não conseguiu emplacar um petista no Supremo Tribunal Federal e nem vetar Paulo Gonet na Procuradoria-Geral da República. O partido deve arriscar ao menos dois candidatos para o MJ: o preterido Jorge Messias, o “Bessias”, e Wadih Damous.

Pelas beiradas
Wadih Damous, secretário nacional do Consumidor, já integra a estrutura do MJ. Petista histórico e ex-presidente da OAB, se mexe pelo posto.

Vaga de Bessias
Facções mais à esquerda do PT estão em pé de guerra para emplacar uma mulher na eventual vaga aberta por Bessias na AGU.

Sinais na comitiva
Petistas monitoram Ricardo Lewandowski e Rosa Weber, aposentados do STF e simpáticos ao PT. Lewandowski está com Lula na COP-28.

Plantou, morreu
Ninguém no PT levou a sério a plantação de Simone Tebet no lugar de Dino: Lula jamais deixaria a Polícia Federal sob comando da emedebista.

Senado é uma mãe: só rejeitou um projeto em 2023
Levantamento do próprio Senado demonstra como de fato funciona a Casa Alta do Congresso: entre as 736 matérias (projetos de lei, PECs, batismos, criações de datas etc.) apreciadas em todo 2023, apenas uma foi derrubada no voto no Plenário e outras sete matérias foram rejeitadas nas comissões. Já os temas “prejudicados”, retirados de pauta ou, no caso de Medidas Provisórias, que perderam a eficácia, são 399 (54%).

Bola fora
A única lei rejeitada pelo plenário do Senado tratava da criação de delegacias especializadas no atendimento à mulher.

Autoria revela
Foram 329, até agora, as matérias aprovadas, a maioria (148) propostas pelos próprios parlamentares e 139 de autoria de deputados federais.

Indicativo
A Presidência da República é o terceiro que mais emplacou aprovações no Senado: 36 propostas assinadas por Lula passaram na Casa.

Cadastro do abuso
A juíza do trabalho catarinense abusiva, que exigiu aos gritos ser chamada de “excelência”, irá inaugurar o cadastro nacional criado na OAB-RS de magistrados que desrespeitam prerrogativas dos advogados. A dúvida é se o cadastro incluirá ministro que cassa sustentação oral.

Coisa de país rico
O luxuoso Ritz-Carlton, em Riad, que hospedou Lula, é exclusividade para ricaços. O bilionário Donald Trump se hospedou por lá na primeira viagem à Arábia Saudita como presidente dos Estados Unidos.

Maior papelão
Velho de recados de Lula a Maduro e vice-versa, Celso Amorim foi a Caracas conversar com o sanguinário ditador sobre a ameaça de invadir a Guiana para roubar suas ricas reservas petrolíferas. Ninguém sabe o teor da conversa e nem o papel – ou papelão – reservado ao Brasil.

Mostrando a cara
Está em gestação no Senado uma proposta que altera a votação para escolha de autoridades. Pelo projeto de Jorge Seif (PL-SC), os votos dos senadores, que aprovam ou não o indicado, deixam de ser secretos.

Ensaboada
Eleita com discurso de oposição, a senadora Soraya Thronicke (Pode-MS) saiu pela tangente quando cobrada a rejeitar a indicação de Flávio Dino ao STF. Destacou artigo da Constituição sobre “voto secreto”.

Puro lacrarol
Comissão do Senado aprovou projeto petista condicionando a CNH a uma prova de redação “sobre a igualdade entre homens e mulheres no trânsito”. É o triunfo do “lacrarol”, mistura de lacração com besteirol.

Piso fluminense
Enfermeiros, técnicos de enfermagem e parteiras do Rio de Janeiro vão receber o Piso Nacional da Enfermagem. O anúncio foi feito pelo próprio governador Cláudio Castro (PL).

Cidadão honorário
O ex-presidente Jair Bolsonaro é o mais novo Cidadão Honorário do Paraná. A honraria foi aprovada pelos deputados estaduais em expressiva vitória, o placar final foi de 29 a 8.

Pensando bem...
...nada une parlamentares como o desrespeito ao Parlamento.

PODER SEM PUDOR
Clodovil de avental

O deputado Clodovil Hernandes (PTC-SP), campeão nas urnas e na alta costura, certa vez exibiu seus talentos de cozinheiro no programa da deputada Íris Araújo (PMDB-GO), em uma TV de Goiás. O programa foi gravado no Mercado Municipal, na época delicioso recanto gastronômico de Brasília. Um jornalista perguntou o que ele cozinharia. Clodovil olhou para um lado e para outro, e segredou, para depois explodir numa gargalhada: “Jiló...”


___
Com Rodrigo Vilela e Tiago Vasconcelos
www.diariodopoder.com.br


As informações contidas neste artigo não refletem a opinião do Jornal Folha de Pernambuco e são de inteira responsabilidade de seus criadores.

Veja também

EDITAIS E BALANÇOS

EDITAIS E BALANÇOS

BBB 24: Davi, Michel, e Alane estão no paredão; eliminação é na próxima terça (5)
BBB 24

BBB 24: Davi, Michel, e Alane estão no paredão; eliminação é na próxima terça (5)