Mutirão dos Superendividados oferece negociações de débitos no Recife

Até dia 7 de dezembro, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos realiza o 15º Mutirão dos Superendividados da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor de Pernambuco (Procon-PE). Quem está inadimplente poderá negociar débitos com bancos, empresas de telefonia, em contas de luz, água e de IPTU. A ação acontece na sede do Procon, no bairro de São José, das 8h às 14h.

O Mutirão conta com a participação da Celpe, Compesa, todas as empresas de telefonia móvel e fixa e as prefeituras de Olinda e Recife para negociações do IPTU. Pela primeira vez, a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Santander estão com representantes no local para negociações diretas com o cliente. Antes, o consumidor precisava esperar cerca de 10 dias para firmar o acordo. Os outros agentes financeiros estão representados no local pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

As negociações são acompanhadas por advogados do Procon para garantir que o consumidor receba propostas que se enquadrem nas suas possibilidades financeiras.
Para o gerente do Procon-PE, Erivaldo Coutinho, a importância do Mutirão é auxiliar os consumidores a recuperarem seu crédito. “É uma questão da dignidade do cidadão, para que desta forma a sua autoestima seja estimulada”, defendeu.

Leia também
Auditores defendem repactuar cálculo do endividamento dos estados
Celebração do consumo pode levar a superendividamento, alerta juíza
[Vídeo] Como economizar nas compras de Natal?


“Quando a gente faz esse Mutirão, a gente orienta também sobre o superendividamento, para que o consumidor não volte a reincidir. Temos orientadores jurídicos e financeiros e psicólogos para dar esse suporte. Porque muitas vezes o cidadão paga a divida e volta à inadimplência”. Ao longo dos últimos quatro anos, o Procon-PE realizou 15 mutirões, atendendo 28 mil pessoas ao todo.

Veja também

Duelos de volta das oitavas da Champions serão nos estádios dos mandantes
Futebol

Duelos de volta das oitavas da Champions serão nos estádios dos mandantes

Presidente do STJ decide transferir Queiroz para prisão domiciliar
Caso Queiroz

Presidente do STJ decide transferir Queiroz para prisão domiciliar