A-A+

Combustível nas alturas: GNV promove economia de até 50%

Em média, o investimento varia entre R$ 4,5 mil e R$ 5 mil

GNV é alternativa a combustível caro - Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Abastecer o carro está cada vez mais difícil atualmente. Com o combustível que varia muito e ultrapassa facilmente R$ 6 (preço por litro) em alguns postos da capital pernambucana, manter o carro em circulação se torna um desafio diário. 

Uma alternativa para economizar, em meio ao valor exorbitante do combustível, é instalar o Gás Natural Veicular (GNV) que chega a proporcionar uma economia de até 50%. Em média, o investimento varia entre R$ 4,5 mil e R$ 5 mil. 

A economia, porém, não deve ser o único ponto observado quando se processa uma alteração como essa, pois, em alguns casos, o barato pode sair caro. O primeiro passo é procurar uma convertedora registrada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Com a inspeção veicular, o condutor terá mais segurança na hora de instalar o kit GNV.
 

Segundo o diretor técnico do Instituto Brasileiro de Inspeção Técnica Veicular (Ibra-ITV), Wagner Barbosa, é preciso observar todas as normas técnicas na hora da instalação. "A inspeção exige vários pontos, como o local de instalação se foi em um estabelecimento credenciado. Além disso, precisamos cumprir todas as normas e exigências para quem opta pela conversão", detalha. 

Ainda de acordo com Barbosa, a recomendação é instalar o kit de geração 5, por ser o mais atual e com melhor tecnologia. “Existe muito mito sobre o GNV. Hoje, se uma boa instaladora fizer tudo corretamente e o proprietário do automóvel escolher um GNV de tecnologia recente, não haverá problemas, nem perda de desempenho. É imperceptível”, afirma. 

Para o diretor do Ibra-ITV, o kit GNV é um sistema seguro, mas muitas pessoas ainda têm receio. "Esses acidentes que vemos são extremamente raros. E quando acontecem, são com veículos não registrados e que estão com o GNV ilegal", acrescenta. 
 

Quem opta pelo GNV só precisa de um único cuidado. Fazer a inspeção anual para checar todo o sistema. Segundo Barbosa, a checagem anual custa R$ 230. 

Uma dica importante é sempre ligar o carro com combustível líquido e dar um volta no quarteirão e só assim, depois passar para o combustível gasoso. "Isso prolonga a vida útil do veículo. O GNV não prejudica o automóvel. O que prejudica é não utilizar os componentes, como bomba de combustível. Ao utilizar o combustível líquido, antes, será bom a longo prazo", finaliza Barbosa. 

Prova disso, é o despachante Ozeias Souza, de 37 anos, que ressalta ter valido a pena o investimento feito. “Nas condições em que está o combustível hoje, não há como rodar na gasolina. ‘Tá’ um absurdo. A opção, hoje, é o GNV. A economia é incomparável, até porque o GNV é bem mais em conta. Recomendo a todos porque é um investimento que volta com pouco tempo de uso”, conclui o despachante. 

Veja também

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 40 milhões
Loterias

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 40 milhões

Doria acusa Leite de estar reclamando e chorando sobre suspeita em prévias do PSDB
Prévias

Doria acusa Leite de estar reclamando e chorando sobre suspeita em prévias do PSDB