Mitsubishi Outlander e Outlander Sport ganham versão limitada 'Black Edition'

Mitsubishi Motors apresenta edição limitada para o Outlander e o Outlander Sport. - Divulgação/Mitsubishi

A Mitsubishi Motors apresentou, nesta terça-feira (15), uma edição limitada para o Outlander e o Outlander Sport. A série especial 'Black Edition' chega com detalhes e acabamentos exclusivos da linha, que dão um visual mais agressivo aos SUVs. 

Segundo a Mitsubishi serão 100 unidades para a linha Outlander Sport e 30 para a linha Outlander. A série especial Black Edition já está disponível na rede de concessionárias Mitsubishi no Brasil.

“A série especial Black Edition reforça todo o apelo visual robusto e esportivo que as linhas Outlander e Outlander Sport oferecem aos nossos clientes. O acabamento em Black tanto por dentro quanto por fora, ajudam a trazer um aspecto moderno e elegante", afirma o diretor comercial da Mitsubishi Motors no Brasil, Julio Fiorin.

Baseada na versão HPE, o modelo é oferecido nas versões com tração 4x2 ou integral nas quatro rodas, ambas equipadas com motor 2.0 flex de 170 cv de potência e até 23Kgfm de torque, a 4.250 rotações.

O Outlander Sport Black Edition está disponível para venda a partir de hoje, com preços de R$ 162.990 para a versão com tração 4x2 e R$ 169.990 para a versão com tração integral.
 

Já o Outlander Black Edition traz debaixo do capô um motor 3.0 V6 a gasolina de 240 cv e 31 Kgfm de torque a 3750 rotações. Em conjunto com o sistema de transmissão automática de seis velocidades com opção para trocas manuais por meio de botões na coluna de direção, o modelo pode chegar até 220 km/h de velocidade máxima e sair da imobilidade aos 100 km/h em apenas 8,7 segundos.
 

O Outlander Black Edition é oferecido aos clientes com preço de R$ 257.990.

Veja também

Simone Biles deixa disputa por equipes na ginástica feminina
Olimpíadas

Simone Biles deixa disputa por equipes na ginástica feminina

Tour gastronômico em Recife: do 'caranga' à comida japonesa!
Folha Turismo

Tour gastronômico em Recife: do 'caranga' à comida japonesa!