Mercado financeiro na mira dos jovens

46% dos jovens de 18 a 34 anos ficaram mais interessados em investir no começo de 2021

Melissa Fernandes/Folha de Pernambuco

As redes sociais surgiram para descomplicar a vida de seus usuários. Todos os dias mais informações importantes são compartilhadas por meio delas, além da facilidade de receber e enviar notícias em tempo real. Para quem deseja ter aulas e aprender coisas novas, a internet também tornou-se uma forte área educacional que hoje já consegue ajudar milhares de pessoas, incluindo aquelas que possuem certa dificuldade na área de finanças, investimentos, financiamento e empréstimo pessoal. 

Segundo dados da B3 (Bolsa brasileira), a presença de crianças e adolescentes no mercado financeiro quase triplicou nos anos de pandemia. Em 2022, cerca de 30 mil investidores possuíam menos de 18 anos. Dados compartilhados pela empresa britânica Hargreaves Lansdown revelam que 46% dos jovens de 18 a 34 anos ficaram mais interessados em investir no começo de 2021, sendo um em cada cinco deles por conta do entusiasmo proveniente da rede social TikTok.

Para o pernambucano Lucas Garrido, consultor e planejador financeiro que faz conteúdos para as redes sociais, a pandemia foi um grande influenciador para começar a trabalhar na área. “Na época que eu comecei a investir, em 2016, mal se falava sobre investimentos, então eu comecei a profissionalizar esse processo que eu já fazia naturalmente no meu cotidiano, e durante a pandemia, onde muitas pessoas precisaram se organizar e otimizar os seus gastos, foi onde eu comecei”, disse ele.

Por meio da internet Lucas conseguiu um maior desenvolvimento profissional. No começo de sua carreira, 100% de seus clientes eram captados pelas suas redes sociais, devido aos conteúdos que ele postava no Instagram. Com o passar do tempo, começaram a aparecer clientes por meio de recomendações e sua mentoria online se tornou um sucesso.

Nathália Rodrigues também começou seus trabalhos no ano de 2020, com seu perfil “Nath Finanças”. Aos 25 anos, a influenciadora já foi indicada à categoria Influenciador do Ano Brasil no People’s Choice Awards 2021, ficou em 41º lugar no ranking das 50 maiores lideranças do mundo de 2021 pela revista americana Fortune, e foi considerada uma entre seis jovens promessas do mercado financeiro pela revista Forbes. No YouTube ela já conta com mais de 300 mil inscritos, e 556 mil seguidores no Instagram.

Quem também repassa seus conhecimentos na área é Thiago Nigro, mais conhecido como “Primo Rico”. No YouTube e Instagram o influenciador já passa dos 6 milhões de seguidores. Em 2019 entrou para a lista do Forbes Inder 30 como destaque na área de finanças. Seu conteúdo é voltado para investimentos mais rentáveis, como tesouro selic, CDB e fundos de renda variável.

Na lista de influenciadores da área de finanças também temos Nathalia Arcuri, do canal do YouTube “Me Poupe”. A jornalista possui mais de 7 milhões de inscritos e dá dicas de investimentos, planejamento financeiro e conceitos básicos do mundo financeiro. Em 2021 ela foi finalista do Prêmio Influency-me, ganhadora do Prêmio Comunique-se de melhor jornalista de Economia e destaque da pesquisa sobre influenciadores financeiros pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

A expectativa é que cada dia mais jovens e adultos se interessem pela área financeira e comecem a cuidar e investir seu dinheiro. A chegada de novos influenciadores só amplia o interesse pela área e faz com que mais pessoas comecem a pesquisar sobre o assunto.

Veja também

Produção de chocolate cresceu 6% em 2023, diz Abicab; consumo subiu para 3,9 kg per capita
CHOCOLATE

Produção de chocolate cresceu 6% em 2023, diz Abicab; consumo subiu para 3,9 kg per capita

Medvedev passa sem sustos por Fokina e avança à semifinal em dia de desistências em Dubai
Tênis

Medvedev passa sem sustos por Fokina e avança à semifinal em dia de desistências em Dubai