Enseada dos Corais assistiu, nesta quarta (21), ao nascimento de 100 tartarugas-cabeçudas

100 tartarugas da espécie Cabeçuda nasceram no litoral do Cabo de Santo Agostinho - Mariangela Viana/PMCSA

Depois de 51 dias de incubação, 100 tartarugas da espécie Caretta caretta, popularmente conhecida como tartaruga-cabeçuda ou tartaruga-mestiça, nasceram na Praia de Enseada dos Corais, no Cabo de Santo Angostinho, na Região Metropolitana do Recife, na tarde desta quarta-feira (21). 

O biólogo da prefeitura do município, Felipe Brayner, foi o responsável pelo monitoramento dos ninhos no litoral. Três ovos não eclodiram, ou seja, a taxa de natalidade foi de 97%. 

Vários populares assistiram ao nascimento, detalhadamente explicado por Felipe. O profissional destacou a importância da consciência ambiental e do seu trabalho de monitoramento. 

"Duas espécies costumam desovar no litoral cabense, as tartarugas-de-pente e as tartarugas-cabeçuda. Por aqui ainda temos mais dois ninhos na Praia de Enseada e dois na Praia de Itapuama que estão sendo monitorados", contou. 

Todo o processo também foi acompanhado pela ONG Onda Limpa, que auxilia na observação dos ninhos do litoral cabense e faz um trabalho de coleta seletiva, que reflete diretamente na redução dos impactos dos dejetos na vida marinha. 

Caretta caretta ou Tartaruga-cabeçuda 

Os animais da espécie vivem, em média, 80 anos, mas podem chegar aos 120. Comumente, medem cerca de 90 cm de comprimento e pesam algo em torno dos 135 kg. Há registros, no entanto, de tartarugas de até 213 cm e 545 kg. 

A sua carapaça é castanha-avermelhada e elas se alimentam de invertebrados que vivem no leito marinho, são omnívoras. 

É uma espécie, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza, em perigo de extinção.

Confira imagens:

Veja também

Vacinação reduz em 95% mortes por Covid-19 na Itália
Pandemia

Vacinação reduz em 95% mortes por Covid-19 na Itália

Copa do Mundo de Paracanoagem: Cowboy leva mais um ouro e dupla feminina vai para Tóquio
Olimpíadas

Copa do Mundo de Paracanoagem: Cowboy leva mais um ouro e dupla feminina vai para Tóquio