Gianecchini vira tutor de cadela vira-lata e faz postagem incentivando a adoção de animais

Segundo ele, Sara (no degrau mais alto) chegou tímida, mas já está ambientada à nova família - Reprodução/Instagram

O ator Reynaldo Gianecchini, que está no ar com a edição especial do sucesso Laços de Família, da Rede Globo, usou o Instagram, nesta quarta-feira (10), para compartilhar a adoção de Sara, uma cadela SRD (sem raça definida), e falar sobre a importância de adotar animais resgatados através de protetores e Organizações Não Governamentais (ONGs). 

Sara, cadela SRD adotada por Reynaldo GianecchiniReprodução/Instagram

"A família cresceu! Conheçam a Sara, que chegou doce, elegante e tão tímida, que escondeu a cabeça atrás do pe da mesa, mas agora já está se sentindo a dona da casa”, escreveu ele, usando a #adotei. 

Sara, cadela SRD adotada por GianecchiniReprodução/Instagram

Ele contou que já vinha pensando sobre o assunto havia um tempo e que as dúvidas acabaram quando soube que, no Brasil, existem mais de quatro milhões de animais morando em abrigos à espera de um lar.

Leia também: 

Cortar a unha dos cães exige cuidados, mas não é um bicho papão. Veja dicas

Hotel Atlante Plaza passa a aceitar hospedagem de cães de pequeno porte

De morador de rua a 'cãotratado' em uma concessionária. Conheça a história de Tucson Prime

Veja outras notícias no Folha Pet

Gianecchini disse que Sara foi adotada através do Projeto Aconchego Animal, do Rio de Janeiro. E que a indicação do local foi dada pela amiga e também atriz Heloísa Perissé. 

"Sara foi encontrada abandonada recém nascida junto com sua mãe e irmãozinhos, situação muito comum e triste nas ruas. Ela teve a grande sorte de ser resgatada pela Lolo e junto com o Projeto @aconchegoanimal foi reabilitada, castrada e agora ela tem uma família. A minha família!”, contou o ator.  

Reprodução/Instagram

"Vamos lá adotar gente! Bora levar alegria e amor pra casa!”, incentivou.  

Veja também

Flaviola, ícone da psicodelia pernambucana, morre de Covid-19
Luto

Flaviola, ícone da psicodelia pernambucana, morre de Covid-19

Morre, aos 56, o baterista Flávio Guaraná, do bloco Quem tem Boca Vaia Roma
LUTO

Morre, aos 56, o baterista Flávio Guaraná, do bloco Quem tem Boca Vaia Roma