Obama e Michelle lamentam a morte de Bo, cão da família

Bo, cão d'água português, posou para muitas fotos durante a passagem de Barack Obama pela presidência - Reprodução/Instagram

Bo, um dos cães da família do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, morreu no último sábado (8), após ser acometido por um câncer.

A notícia foi compartilhada pelo próprio ex-presidente e por sua esposa, Michelle, nas redes sociais deles. Ambos se referiram ao canino como “nosso melhor amigo”. 

“Hoje nossa família perdeu um amigo verdadeiro e companheiro leal. Por mais de uma década, Bo foi uma constante e gentil presença em nossas vidas — feliz em nos ver nos dias bons, ruins e os que vêm entre esses”, escreveu Barack Obama, contando que Bo tinha um grande latido, mas não mordia.

Ele revelou ainda que o pet adorava  saltar na piscina no verão, amava crianças e sempre esperava cair um restinho da mesa de jantar. Também lembrou as noites de Bo no sofá da família. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Barack Obama (@barackobama)

Segundo Michelle, durante a pandemia da Covid-19, ninguém estava mais feliz do que Bo, tendo a família toda em casa. A ex-primeira-dama dos Estados Unidos disse ser grata por ter convivido com ele e por todo amor envolvido.

Ela recordou que o casal prometeu um cachorro às filhas, Malia e Sasha, após as eleições de 2008. “Bo era pra ser companheiro das meninas. Não tínhamos ideia do quanto ele significaria para todos nós”, escreveu.

Leia também:

Seu pet está no peso ideal? Saiba como identificar
 
À la Usain Bolt, cão invade pista e rouba a cena em competição de atletismo; assista
 
Conheça opções para estimular o entretenimento dos gatos em casa

Leia outras notícias no Folha Pet


O cão foi um presente do falecido senador Ted Kennedy e sua esposa, Victoria, e entrou para a família Obama em abril de 2009. Em seu livro de memórias "Uma terra prometida", Barack Obama lembrou como "de todos os prazeres que aquele primeiro ano na Casa Branca proporcionaria, nenhum se comparou à chegada de Bo”. 

Bo era um cão d’água português, assim como Sunny, que chegou em agosto de 2013 para fazer companhia a ele. Bo e Sunny eram uma espécie de “embaixadores caninos” da Casa Branca durante a gestão de Barack Obama. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Michelle Obama (@michelleobama)

Tão requisitados que tinham até uma agenda própria de compromissos. Entre outras coisas, eles participaram de alguns eventos ao lado da família Obama, brincaram nos jardins famosa residência, além de viajarem de férias no avião presidencial. 

 

 

Veja também

Sport pouco produz e perde para o Juventude fora de casa
Série A

Sport pouco produz e perde para o Juventude fora de casa

Pernambuco recebe mais 310 mil doses de vacinas da Astrazeneca/Fiocruz
Vacina

Pernambuco recebe mais 310 mil doses de vacinas da Astrazeneca/Fiocruz