Temporada de chuvas facilita contágio de viroses por pets

Animais com caderneta de vacinação atualizada possuem menos chances de sucumbir a doenças

Cachorro correndo em dia chuvoso - Freepik

Apesar de ainda estarmos no verão, a temporada de chuvas já apresenta seus primeiros indícios em Pernambuco. Chuvas fortes seguidas de um calor abafado colocam em risco a imunidade de qualquer ser vivo. Cães e gatos com a imunidade baixa podem ser vítimas de viroses com maior facilidade nesse período. 

A veterinária Annie Tenório, do aplicativo Vet4All, informou que a importância da atualização da caderneta de vacinas pode proteger o pet de algumas doenças que apresentam aumento de diagnósticos nesse período do ano. Para cães, é recomendada principalmente a V10, que protege, dentre outros vírus, contra a Leptospirose.

"Essa orientação é fundamental para quem mora em áreas de risco, com chances de alagamento. O contato do animal com água parada ou mesmo água de enxurrada deve ser evitado. Repelentes contra pulgas, carrapatos e o mosquito facilitador da Dirofilariose e Leishmaniose precisam estar com doses atualizadas juntamente com o protocolo básico de vermifugação", orientou a especialista. 

Para gatos, a vacina que protege contra a maioria das viroses é a V5. Ela protege contra a rinotraqueite, calicivirose, panleucopneia, clamidiose e leucemia felina (FeLV). 

Vacinação antirrábica
Gato recebendo vacinação / SESAU
 
Apesar de serem vacinas que previnem diversas doenças em animais, a V10 e a V5 não são oferecidas pelo poder público gratuitamente. Os tutores que desejarem proteger seus animais completamente precisarão desembolsar a partir de R$ 60,00  para cada dose de V10 e a partir de R$ 95,00 para cada dose de V5. 

Prezar por um ambiente com boa circulação de ar e limpo, além de não deixar o pet sair de casa sozinho, é uma ótima estratégia de proteção. Caso o pet tenha se molhado com a chuva num passeio ou em casa, é preciso que o tutor lembre sempre de secar a pelagem do animalzinho. Contudo, se o pet se molhou com fluidos de enchentes, é preciso dar um banho completo. 

Para evitar as chances de contaminação ou mesmo toda a logística antes e depois do passeio nos dias chuvosos, há quem prefira reduzir ou até descartar aquela voltinha com os cães. No entanto, isso também tem consequências para o animal.

"Se o seu pet for acostumado a descer para a rua todos os dias, cortar esse hábito pode facilitar cistite pelo acúmulo de urina. Vale aproveitar a ocasião para brincar com o uso de capas e de botinhas ou mesmo o tradicional guarda-chuva, colecionando memórias afetivas", explicou a veterinária.   

 

Veja também

SELF IT ACADEMIAS HOLDING S.A. - EDITAL

SELF IT ACADEMIAS HOLDING S.A. - EDITAL

SELF IT ACADEMIAS HOLDING S.A. - BALANÇO

SELF IT ACADEMIAS HOLDING S.A. - BALANÇO

Newsletter