A calamidade financeira desejada por 53 cidades e as críticas à gestão da Amupe

Nove municípios entregaram documentação completa. Os outros 44 ainda podem corrigir as pendências

Presidente da Amupe e prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT) - Foto: Reprodução

Até a última quarta-feira, 53 municípios pernambucanos encaminharam à Assembleia Legislativa solicitação de análise para  declarar estado de calamidade financeira. Deles, apenas nove entregaram a documentação completa: Belo Jardim, Canhotinho, Frei Miguelinho, Lagoa de Itaenga, Moreilândia, Primavera, Quipapá, São Benedito do Sul e Serra Talhada.

Os outros 44 ainda podem enviar o que ficou pendente. É preciso apresentar relatório de gestão fiscal do último ano e um resumo da execução orçamentária do mesmo período.

A iniciativa foi da Associação Municipalista de Pernambuco no dia 20 de novembro e, segundo a presidente da entidade e prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT), serviria para salvaguardar juridicamente os gestores, reduzindo punições devido à Lei de Responsabilidade Fiscal ou ao parcelamento de contribuições previdenciárias. Também funcionaria como reconhecimento formal da crise.

Muitos prefeitos têm reclamado que a Amupe lança ideias que até parecem interessantes, mas não orienta os gestores nem acompanha a execução das propostas, o que ganha caráter mais midiático.

Também estranharam que a prefeita tenha pedido reconhecimento de calamidade financeira do município, embora saibam de dívidas a fornecedores, e na área da limpeza pública. Só à previdência, seria algo em torno dos R$ 17 milhões. O estranhamento decorre de investimentos na contramão da crise: cerca de R$ 10 milhões com publicidade e outros R$ 15 milhões em festas.  

A situação chegou a ser denunciada pelo vereador Evandro de Souza Lima, conhecido como Vandinho da Saúde, esta semana na tribuna da Câmara Municipal. Procurada, Márcia Conrado não quis se posicionar. Nem como presidente da Amupe. Nem como prefeita de Serra.

 

Incremento na ciência e na tecnologia
Cinco editais do programa Mais Inovação Brasil vão financiar projetos nas áreas da transição energética, bioeconomia, infraestrutura e mobilidade. Um investimento de R$ 20,85 bilhões, sendo R$ 850 milhões em subvenção econômica. Serão lançados pela ministra da Ciência e Tecnologia, Luciana Santos, hoje na COP 28, a Conferência Mundial do Clima, em Dubai.

PLANOS > Outdoors com a imagem do senador Humberto Costa ao lado do presidente Lula estão por todo o Estado. Neles o registro da atuação parlamentar: Melhor senador do Nordeste e um dos três melhores do Brasil. Um dos líderes do Congresso Nacional e o único de Pernambuco na elite parlamentar 2023. Uma iniciativa dos amigos.

PAPEL > No 1º dia como governadora em exercício, Priscila Krause teve duas agendas pela manhã. Fez discursos longos e balanço das ações. À noite participou de evento. O presidente da Adeppe, André Teixeira, e o secretário de Turismo, Daniel Coelho, acompanharam todas.

PASSOS > Priscila Krause antecipou a ida ao Morro da Conceição, cujo ponto alto da 119ª festa será dia 8. Cumprimentou comerciantes, abraçou fiéis. Ganhou duas imagens da santa e participou da missa. E Daniel Coelho ao seu lado.

Veja também

Strus converte do meio da quadra e garante vitória dos Cavaliers sobre Mavericks na NBA; confira
NBA

Strus converte do meio da quadra e garante vitória dos Cavaliers sobre Mavericks na NBA; confira

Japão e Coreia do Sul registram os menores índices históricos de taxa de natalidade
população

Japão e Coreia do Sul registram os menores índices históricos de taxa de natalidade