Bolsonaro promete empenho pessoal na campanha de Anderson Ferreira

A previsão é de que o chefe do Executivo cumpra uma série de agendas no Estado ao lado de Anderson

Presidente e ex-prefeito se reuniram em Brasília

O Nordeste é uma região considerada estratégica para a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). Com a histórica influência do lulismo em seu território, o chefe do Executivo aposta em palanques estratégicos na Região para tentar demarcar seu posicionamento político nos estados.

Dentro desta tática, em Pernambuco, o projeto do pré-candidato ao Governo Anderson Ferreira (PL) terá atenção especial. Foi isso o que o gestor fez questão de garantir ao ex-prefeito do Jaboatão, em encontro em Brasília, nesta semana. A previsão é de que o chefe do Executivo cumpra uma série de agendas no Estado ao lado de Anderson tanto na pré-campanha quanto no período oficial da disputa. Para isso, uma pré-agenda conjunta com uma série de eventos já está programada para as duas fases da corrida às urnas.

A ideia é deixar claro qual é o palanque do Planalto no Estado. A aposta de aliados de Anderson é que o voto do eleitor bolsonarista é estratégico para levá-lo para o segundo turno e vencer as eleições. "Esse viés do eleitorado (o bolsonarista), ninguém disputa com a gente. As pessoas querem ter lado nessa eleição e a gente já definiu o nosso”, apostou um aliado dos Ferreira.

Na disputa do segundo turno, Bolsonaro teve 33,50% dos votos dos pernambucanos, o que representa um total de 1.661.163 eleitores. Essa fatia do eleitorado, no cálculo do PL, não teve representação em 2018, mas terá um candidato para se identificar em 2022.

Teresa e Danilo no Sertão 
O pré-candidato ao Governo Danilo Cabral (PSB) cumpre intensa agenda amanhã com a deputada Teresa Leitão (PT), no Sertão. Pela manhã, eles participam de café da manhã com lideranças. Na ocasião, será anunciada uma nova proposta da campanha do PSB.

Na sequência, participam do Fórum estadual das Mulheres e acompanham agendas do Plano Retomada com o governador Paulo Câmara (PSB). No final do dia, eles estarão no primeiro encontro presencial do Todos Juntos por Pernambuco.    

Em busca de unidade > Como esperado, o encontro entre os pré-candidatos ao Governo Raquel Lyra (PSDB) e Miguel Coelho (União Brasil) não teve uma definição de quem encabeçaria um projeto de unidade das siglas. O pré-candidato do União Brasil aposta na sua estrutura, enquanto aliados da tucana apontam que, apesar de Coelho ter se lançado na disputa mais cedo, a tucana se mostra mais competitiva nas urnas.  

Fator estratégico > Aliados da deputada estadual Priscila Krause (Cidadania) ponderam que a decisão dela deve ser pela renovação do mandato na Alepe. Não é de hoje que Priscila está sendo cotada para encarar uma disputa majoritária. Para ela, essa possibilidade se dá no palanque da ex-prefeita de Caruaru, Raquel Lyra. Segundo eles, somente a tucana consegue ter inserção no eleitorado da Região Metropolitana, onde a legisladora tem uma base forte.  

Encontro > O presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte, quer reunir a bancada do partido nos próximos dias para fazer uma avaliação do cenário estadual e o futuro da aliança com a Frente Popular

Veja também

Publicidade Legal - 01 de Julho de 2022 - Editais e balanços

Publicidade Legal - 01 de Julho de 2022 - Editais e balanços

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões
Loteria

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões