Bruno Araújo sobre o Recife: "Trabalhamos com Mendonça”

Bruno: PSDB faz opção por Mendonça com a compreensão de que ele é o mais experimentado para a maior crise fiscal do País" - Mendonça Filho (MEC/dIVULGAÇÃO); Bruno Araújo (Marcelo Camargo / Agência Brasil)

Nos últimos sete dias, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, esteve em conversas com as lideranças e pré-candidatos da Oposição no Recife: delegada Patrícia Domingos, Ricardo Teobaldo, Armando Monteiro Neto, Daniel Coelho, Mendonça Filho, André Ferreira e Anderson Ferreira. O dirigente do tucanato defende que haja "racionalidade, inteligência política e  emocional" do grupo para "transformar três pré-candidaturas em uma ou em duas". À coluna, ele crava: "Três candidaturas é impossível, é inviável". Bruno não arrodeia sobre a inclinação do PSDB. Indagado sobre a relação com o deputado federal Daniel Coelho, que trocou as hostes tucanas pelo Cidadania, Bruno, à coluna, é objetivo: "O PSDB não deixará de votar em Daniel, se for a escolha da convergência, mas não é com o que operamos". Na sequência, destaca: "Trabalhamos com Mendonça Filho".

Bruno admite que ainda não há um denominador comum na ala oposicionista: "O PSC sinaliza para um (pré-candidato), o PSDB para outro. O Podemos tem candidatura. Armando sinaliza preferência por Mendonça". O dirigente pondera: "O que tem que se tentar construir é a possibilidade de candiatutra única. Se conseguirmos reduzir para duas, temos possibilidade menor de vitória". Na avaliação dele, se qualquer um dos candidatos da Oposição estiver no 2º turno, "ganha a eleição para Prefeitura do Recife". Bruno assegura: "Vencer ou não está na capacidade de dialogar, de construir um entendimento, de uma candidatura única ou, na pior das hipóteses, de duas candidaturas". Inicialmente, realça Bruno, "o PSDB defende Mendonça como sendo a melhor alternativa, mas vamos construir com todos os aliados".

 

O porquê de Mendonça
Bruno Araújo registra que as prefeituras, em 2021, estarão vivenciando o maior desgaste da história, "estarão colapsadas". Ele traduz assim: "Vai ser fartura, faltando tudo". O PSDB, então, explica o presidente nacional da sigla à coluna, "faz opção por Mendonça Filho com a compreensão de que ele é o mais experimentado para a maior crise fiscal da história do País em 2021".

Valendo > Por outro lado, Bruno pondera: "Se nosso entendimento afunilar para Daniel e Patrícia, vamos com Patrícia ou Daniel , vamos seguir. Isso está sendo trabalhado". E admite o seguinte: "Os principais protagonistas têm que ser: Mendonça, Patrícia e Daniel".

Testando >Tendo cumprido agenda com o ex-ministro da Educação, Mendonça Filho, nos últimos dias, Bruno Araújo decidiu se submeter a teste. O detalhe é que o democrata testou positivo para Covid-19 no último dia 8, quando divulgou estar com sintomas leves. O resultado de Bruno saiu na última segunda e foi negativo.

Só falta ... > O deputado federal João Campos reuniu 211 assinaturas para criação da Frente Parlamentar Mista da Renda Básica. Precisava conseguir um terço do Senado e mais um terço da Câmara Federal. Vai lançar a frente na próxima terça-feira, às 10h.

...nome do Novo > Nessa articulação, João reuniu, na frente, representantes de 23 partidos, de um total de 24 legendas. Só o Novo não tem nome ainda na composição. "Não tem ainda. Mas há chance de eles entrarem", pontua João à coluna.

Missa >  A missa de sétimo dia de Maria do Carmo Magalhães de Queiroz Monteiro será na Igreja Madre de Deus, hoje, às 9h, restrita aos familiares em função da pandemia. Frei Reinaldo vai celebrar e haverá transmissão ao vivo, através do YouTube.