Convocação extraordinária: Assembleia Legislativa de Pernambuco não dará brecha para acordos

Casa deve seguir regimento à risca para analisar sete projetos enviados pelo governadora Raquel Lyra

Plenário Eduardo Campos, na Assembleia Legislativa de Pernambuco - Foto: Roberto Soares / Alepe

A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), quebrou o silêncio. Telefonou ao presidente da Assembleia Legislativa, Álvaro Porto (PSDB), no domingo. Em trânsito para São Paulo, ele só pôde retornar na segunda. A atitude, frequente entre chefe de Poderes, surpreende porque, mesmo sendo correligionários, estão longe de viver um mar de rosas.

A gestora comunicou que amanhã convoca a Casa, em caráter extraordinário, para analisar sete projetos - cinco pendentes do semestre passado e dois novos. Entre as matérias, autorização de mais empréstimos e mudanças na estrutura administrativa.

O presidente avisou que tão logo receba, os projetos serão publicados no Diário Oficial. A partir daí, seguirão à risca o regimento. 72 horas para instalação, análise em comissões, emendas, explicações do Governo.

Antes, caberá ao Executivo mobilizar o mínimo de 25 deputados, em pleno recesso, em ano de eleição. Aposta no pagamento de mais de 80% das emendas pix e em gestos como o da entrega de ônibus escolares às prefeituras, na quinta, quando reuniu representantes de 153 municípios e 22 parlamentares.  

Precisa também ficar atento ao horário no recesso: das 8h às 13h. Depois disso, nada é encaminhado ao DO. Outro detalhe: a próxima terça é Dia de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife, é feriado na cidade, A instalação só deve ocorrer na quarta, 17.

A Casa promete agir com celeridade, mas não pretende fazer acordos para pular qualquer ponto do regimento. Quer discutir as propostas à exaustão.

Novo censo
O presidente da Associação Municipalista e prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia, defendeu novo censo populacional. Na Rádio Folha, lembrou que o IBGE não fez projeção em 2023 e a Justiça Eleitoral pode estar usando dados errados. Câmaras de 13 cidades perderam vereadores porque caiu número de habitantes. “Mas não é só isso. Precisamos de números reais para as políticas públicas.”

Ensino médio
Ex-ministro da Educação, o deputado Mendonça Filho vibrou com a aprovação do novo ensino médio. A professora e senadora Teresa Leitão lamentou. Para ela, as contribuições do Senado foram descartadas. Projeto segue para sanção do presidente Lula.

Plenárias
Pré-candidato a prefeito do Recife, Daniel Coelho (PSD) ignora os 7% de intenção de votos contra 75% do principal opositor e inicia hoje as escutas à população. Começa pelo bairro de San Martin, Zona Oeste, às 19h. Tem agenda definida até dia 17.

Internacional
O senador Fernando Dueire (MDB) aprovou na Comissão de Assuntos Econômicos, a liberação de 58 milhões de euros ao município de Rio Grande (RS), destruído pelas chuvas. O dinheiro virá da Agência Francesa de Desenvolvimento.

Veja também

Alcaraz vence Djokovic e é bicampeão de Wimbledon
tênis

Alcaraz vence Djokovic e é bicampeão de Wimbledon; troféu foi entregue pela princesa Kate

Skate no Recife: último dia da programação voltada para esporte reúne público e astros na Cidade
'Skate no .BB'

Skate no Recife: último dia da programação voltada para esporte reúne público e astros na Cidade

Newsletter