Governadora deixa presidência do PSDB, mas vai ditar o projeto para o partido

Empresário Frederico Loyo assume comando da sigla no Estado a convite de Raquel Lyra

Novo presidente do PSDB em Pernambuco, Frederico Loyo; secretário de Turismo, Daniel Coelho; e a governadora em exercício, Priscila Krause - Foto: Júnior Soares/Folha de Pernambuco

A governadora Raquel Lyra repassou a presidência do Partido da Social Democracia Brasileira em Pernambuco (PSDB-PE), mas vai continuar dando as cartas, com a intenção de consolidar o espaço político da legenda no Estado. Essa foi a tônica dos discursos ontem, durante a convenção estadual do partido.

O agora presidente da sigla, empresário Frederico Loyo, deixou claro, em entrevista poucos minutos antes de sua posse.

"Estou aqui a convite da governadora Raquel Lyra, para comandar um projeto da governadora Raquel Lyra. Estou contando que ela esteja ao meu lado e vou trabalhar sob sua liderança", declarou Loyo, candidato a suplente de senador, na chapa encabeçada por Raquel Lyra e Priscila Krause (Cidadania), ano passado.

E descartou os rumores de que a governadora poderá deixar a legenda: "Eu não conto com essa possibilidade".

Mas ênfase mesmo veio no recado do secretário de Turismo do Estado, Daniel Coelho (Cidadania). Cotado para disputar a Prefeitura do Recife no próximo ano, com apoio da governadora.

“Não subestimem a capacidade administrativa nem a capacidade política da mulher que conseguiu encerrar um ciclo de quase duas décadas no governo de Pernambuco. Ela tem estratégia”.

E lembrou que muita gente esperava que ela fosse "desidratar", mas chegou ao segundo turno e venceu a eleição. "Com uma votação histórica, de dois terços do povo pernambucano”.

Também cotada para disputar a Prefeitura do Recife com a benção da governadora, Priscila Krause esteve presente no evento, representando Raquel Lyra, que não participou do ato por conta de viagem para a 28ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 28), em Dubai.

O presidente do PSDB chega disposto a dar vida à legenda, articulando candidaturas próprias e avaliando onde será possível compor chapas majoritárias."A principal coisa da política é que ela tem o poder de mudar a vida das pessoas, de mudar para melhor", aposta Fred Loyo.

 

Os semeadores da paz
A deputada Débora Almeida é agora a vice-presidente estadual do PSDB. Antes de ser empossada, presidiu pela manhã os trabalhos da Comissão de Finanças da Alepe, que na semana passada teve reunião tumultuada. Aproveitou para registrar no final ter sido cerceada no seu direito a defesa. Os deputados que apreciaram e votaram emendas ao orçamento, depois de a reunião ter sido encerrada, não quiseram mais falar sobre o assunto. Dizem só querer paz.

ESPAÇO > O presidente da Alepe, deputado Álvaro Porto, que gostaria de ter sido o indicado da governadora para presidir o PSDB, não compareceu à posse. A Loyo, alegou ter outro compromisso. O tucano considerou legítima a postulação e irrelevante a ausência.

PASSOS > A caminho de deixar o PSDB, o prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro, prestigiou o evento de ontem. Anunciou que vai reunir-se com Fred Loyo e com o ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho (Republicanos). Vai para o Republicanos sem deixar arestas com os tucanos. "Estamos juntos e misturados".

Veja também

Autor da facada contra Bolsonaro, Adélio Bispo é transferido para Minas
facada

Autor da facada contra Bolsonaro, Adélio Bispo é transferido para Minas

Nvidia chega ao clube dos US$ 2 trilhões: empresa já é a quarta mais valiosa do mundo
negócios

Nvidia chega ao clube dos US$ 2 trilhões: empresa já é a quarta mais valiosa do mundo