MDB busca mostrar unidade em torno de Tebet e vai dialogar com aliados

O nome da senadora Simone Tebet (MDB) ganhou fôlego como aposta da terceira via na corrida às urnas.

Com a desistência do ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), da disputa presidencial, o nome da senadora Simone Tebet (MDB) ganhou fôlego como aposta da terceira via na corrida às urnas. Ontem, a executiva nacional do MDB formalizou o apoio à presidenciável como representante da aliança a ser formada com PSDB e Cidadania. Este último partido, inclusive, também se posicionou em defesa da pré-candidatura da emedebista. Durante o dia de ontem, diversas lideranças históricas da legenda manifestaram seu apoio a parlamentar. Emedebistas históricos como o senador Jarbas Vasconcelos (PE), Romero Jucá (RR) e Roseana Sarney (MA) deram depoimentos a favor de Tebet. Na sigla, as ausências foram do senador Renan Calheiros (AL) e Eunício de Oliveira (CE). Estes devem seguir apoiando a pré-candidatura do ex-presidente Lula (PT), que tem forte popularidade no Nordeste. “O partido queria dar uma demonstração de unidade e deu. Agora, nós vamos conversar com o PSDB e os partidos do centro democrático. Esse será o movimento que será feito a partir de agora”, aponta o presidente do MDB-PE, Raul Henry. “Sem dúvida alguma Simone é o melhor nome, tem nosso apoio e tem toda a chance de crescimento nessas eleições”, apostou o presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire. No esforço de conquistar aliados, Simone deve buscar ainda se reunir com União Brasil e Podemos. Além disso, há uma expectativa especial sobre a definição do PSDB. A legenda vive um processo de fortes divergências internas com a saída de Doria do páreo. Uma ala bolsonarista da sigla tenta influenciar a disputa e atrapalhar a construção de uma alternativa viável nas eleições presidenciais. Contudo, a expectativa é de que, mesmo com o impasse, os tucanos se unam ao projeto de Tebet em breve.

Simbologia em coletiva
Na coletiva do comando do MDB, uma preocupação especial foi com o simbolismo de unidade do partido. Foram escolhidos para participar do momento dirigentes de todas as regiões do Brasil. O representante do Nordeste foi o presidente do MDB-PE, Raul Henry.  

Socialista > Secretário-geral do PSB, o governador do Espirito Santo, Renato Casagrande (PSB), participou de live, ontem, com o pré-candidato a presidente Ciro Gomes (PDT). Ano passado, o gestor foi responsável por uma rusga com o PT, quando se reuniu com o ex-ministro Sergio Moro (União Brasil). 

Vice > Um aliado palaciano aponta que o nome da vice-governadora Luciana Santos é o mais quente para assumir a vice-governadoria na Frente Popular, em especial, por ter uma boa relação com as principais lideranças petistas. “Para trazer Lula, Luciana é o nome”, avaliou, em reserva. 

Destaque > O pré-candidato ao Governo do Estado, Danilo Cabral (PSB), será um dos destaques das inserções regionais do PSB, previstas para serem exibidas no início do próximo mês. O parlamentar vem conciliando as agendas de rua com a gravação dos vídeos.

Veja também

Publicidade Legal - 01 de Julho de 2022 - Editais e balanços

Publicidade Legal - 01 de Julho de 2022 - Editais e balanços

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões
Loteria

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões