Paulo Câmara recebe Wolney e costuras de 2022 vão à mesa

Paulo Câmara e Wolney Queiroz conversaram na tarde desta quinta-feira (13)

Vice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara recebeu, ontem, no Palácio das Princesas, o líder do PDT na Câmara Federal, Wolney Queiroz. O encontro, durante à tarde, foi o primeiro após o dirigente do PDT-PE, à coluna, acender o sinal amarelo para o movimento de recomposição entre o PSB e o PT nacionalmente. No final de abril, Wolney advetira o seguinte: "O cenário nacional nos obriga a ter alternativa em Pernambuco". Leia-se: todas as fichas do PDT estão apostadas no projeto presidencial de Ciro Gomes e erguer um palanque no Estado para ele é condição inevitável. À mesa com Paulo Câmara, Wolney, naturalmente, reafirmou, ao chefe do Executivo estadual, a disposição do PDT de ter o PSB no palanque presidencial. Mas deixou claro que, a partir daquela reunião da cúpula do PSB com a do PT, da qual participaram Paulo Câmara e Lula, além de demais lideranças das duas siglas, houve sinal verde, nas hostes pedetistas, para que o partido também passasse a procurar outras legendas, inclusive as de centro, a exemplo do PSDB, do DEM e do MDB. O PDT joga para não repetir 2018, quando acabou refém do PSB, que acenou aos pedetistas, mas se entendeu com o PT no final.

Paulo Câmara, por sua vez, falou da intenção de manter os canais abertos com o PDT e do interesse em conversar com o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi. A conversa de Paulo e Wolney passa ainda por novo movimento de acomodação dos pedetistas na gestão estadual no bojo da reforma administrativa em curso na gestão socialista. A costura pode gerar mais harmonia entre PDT e PSB no momento em que o PT se atravessa no meio dessa relação e que o ex-presidente Lula (41%) lidera, em cenário de 1º turno, segundo a pesquisa Datafolha, com larga margem em relação ao presidente Jair Bolsonaro (23%) e aos demais concorrentes, entre eles, Ciro Gomes (6%). Disputado por PDT e PT, o PSB acena aos dois lados. À coluna, Wolney já tinha realçado que, desde 2016, trabalha pelo apoio dos socialistas ao PDT na corrida presidencial. E, ainda no final de abril, advertira o seguinte: "Se o PSB estiver com o PT em Pernambuco, estaremos em outro palanque". Foi disso, sobretudo, que Paulo e Wolney trataram ontem.

 

Arco na Alepe
Um traçado alternativo ao proposto pelo governo estadual para o Arco Metropolitano, será tema de audiência pública, no próximo dia 20, na Assembleia Legislativa de Pernambuco. A ideia é buscar uma solução que não devaste as reservas de Mata Atlântica. O debate, em caráter virtual, foi convocado pelo presidente da Comissão de Meio Ambiente da Casa, deputado Wanderson Florêncio. 

"Arrudeia!" > A luta por UM traçado alternativo, que contorne a APA Aldeia-Beberibe, é encabeçada pelo Fórum Socioambiental de Aldeia com campanha intitulada: "Arco em Aldeia? Arrudeia!". 
O movimento inclui abaixo-assinado, a ser entregue ao governador Paulo Câmara, e uma carta aberta de secretários do Meio Ambiente.

Tratorada > As mudanças no Regimento Interno da Câmara Federal têm como objetivo aprovar um pacote de projetos impopulares sem a ação mais firme da oposição. Esta é a avaliação do líder do PSB na Casa, deputado Danilo Cabral. 

Privatizações > “As privatizações dos Correios, da Eletrobras, as reformas administrativa e tributária são alguns exemplos de pautas que não encontram respaldo da sociedade para serem realizadas neste momento e que o governo quer tocar para frente. A ideia é acelerar o ritmo e blindar os parlamentares”, afirma Danilo Cabral.

Veja também

Pernambuco recebe novo lote com vacinas da Pfizer nesta quinta-feira (24)
Vacinas

Pernambuco recebe novo lote com vacinas da Pfizer nesta quinta-feira (24)

Empresário disse a embaixador que emenda de líder do governo destravaria Covaxin, mostra documento n
CPI DA COVID

Empresário disse a embaixador que emenda de líder do governo destravaria Covaxin, mostra documento n