Plataforma ecorresponsável é lançada com carta aos candidatos

Sérgio Xavier - Jorge Farias

A ação é suprapartidária e prevê a construção de compromissos, indicadores e um, consequente, monitoramento público de políticas municipais ecorresponsáveis. Intitulada Política Pelo Clima, a plataforma colaborativa será lançada hoje em evento digital, às 17h. A proposta é mobilizar, nos próximos dias, todos os candidatos envolvidos no pleito do Recife a assinarem uma carta de compromissos, contendo recomendações associadas a um conjunto de indicadores, que serão medidos e monitorados por diversas instituições. A proposta é despolarizar o ambiente político e unir esforços na formulação de soluções para atenuar as mudanças climáticas, fortalecer a resiliência socioambiental urbana, desenvolver uma nova economia limpa eacelerar a redução de desigualdades.

Entidades especializadas vão contribuir com foco em resultados e no aperfeiçoamento da plataforma e dos indicadores. Coordenado pelo Instituto InterCidadania (IC), com apoio do Instituto Clima e Sociedade (iCS), o projeto busca formar uma grande rede de parceiros. A coordenação geral é de Sérgio Xavier. Ex-secretárioestadual de Meio Ambiente, que, hoje, atua em organizações não governamentais apartidárias. De acordo com o Painel de Mudanças Climáticas Brasileiro (PBMC, 2014), Recife figura como a 16ª cidade do mundo mais vulnerável às mudanças do clima.  Além de formular soluções para problemas socioambientais e acompanhar a implantação de políticas públicas, a experiência do Recife pode servir de base a um modelo de formulação de soluções e monitoramento de resultados, que poderá ser replicado em outras cidades.

 

Pacto pelo meio ambiente
Ainda sobre a plataforma Política pelo Clima, Sérgio Xavier assinala: "Os imensos desafios climáticos e as urgências sociais exigem soluções integradas e a colaboração de todos. No âmbito da política não bastam promessas - é preciso fazer acontecer; no âmbito da sociedade, não basta culpar os políticos - é fundamental juntar ideias, conhecimentos e inventar saídas práticas, rápidas e transparentes. Este é o pacto que o Política Pelo Clima busca promover”.

Quarentena > O governador Paulo Câmara teria agenda com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, às 15h, hoje. Com febre e suspeita de Covid-19, Pazuello cancelou os compromissos. 

Dose dupla > Quem testou positivo para Covid-19 ontem foi o prefeito de Olinda e candidato à reeleição, Professor Lupércio. O vice, Márcio Botelho, também está contaminado.

Quadro... > Túlio Gadêlha apresentou quatro emendas ao projeto de lei do presidente Bolsonaro que pretende realocar R$ 1,4 bilhão do orçamento do Ministério da Educação para financiar obras de infraestrutura. Duas delas são para a educação profissional e tecnológica e outras duas para educação básica. 

...negro > “Nossa intenção é não deixar que ações federais voltadas para a educação sejam esvaziadas. Entendemos que obras de infraestrutura são importantes, mas remanejar recurso da educação não é a solução”, argumenta Túlio.

Agentes > Túlio Gadêlha também requereu ao ministro Augusto Heleno esclarecimento sobre o governo ter omitido do Congresso o envio de agentes da Abin e do GSI à Cúpula do Clima das Nações Unidas (COP25), na Espanha, no ano passado. “Devemos garantir a liberdade de expressão de todos”. defende.

Veja também

'Se morrer, quero voltar a nascer e ser Diego Armando', disse Maradona
Luto

'Se morrer, quero voltar a nascer e ser Diego Armando', disse Maradona

Senado aprova nova lei de falências e recuperação judicial
economia

Senado aprova nova lei de falências e recuperação judicial