Posses da Agricultura e da chefia de Gabinete podem ocorrer juntas

Divulgação

Indicado para assumir a Secretaria de Agricultura no Governo do Estado, o deputado estadual licenciado, Claudiano Martins Filho, trocou telefonema, ontem, com o atual secretário da pasta, Dilson Peixoto. Motivo: agendar o início da transição, previsto para ocorrer na próxima segunda-feira. A articulação do progressista com o petista passou pelo Palácio das Princesas, onde ganham eco rumores de que a posse de Claudiano, prevista, originalmente, para o próximo dia 29, pode não ocorrer de forma isolada. Isso porque as conversas também estariam sendo ultimadas, nos corredores palacianos, em torno da chefia de Gabinete. Há expectativa, entre aliados do governador Paulo Câmara, de que a vaga aberta pela saída de Milton Coelho -que assumiu a cadeira na Câmara Federal, até então, ocupada pelo prefeito do Recife, João Campos - também seja preenchida. Em outras palavras, há uma bolsa de apostas dando conta de que há duas posses, ao menos, no radar para ocorrer possivelmente no próximo dia 29: a da secretaria de Agricultura e a da chefia de Gabinete. Se o martelo já foi batido no nome de Claudiano, no caso da chefia de Gabinete, ganha corpo a tese, entre lideranças da base, de que o escolhido para o cargo Guilherme Rocha, atual administrador de Fernando de Noronha. Há quem realce a relação de confiança que Guilherme nutriu com o governador desde a campanha de 2014, quando foi ajudante de ordens de Paulo Câmara. Guilherme tem também um vínculo estreito com Antonio Figueira, que deixou a chefia da Assessoria Especial do governador recentemente. Figueira é outro nome da confiança do chefe do Executivo estadual. Guilherme foi indicado para Fernando de Noronha na cota do PP. A construção em curso prevê ainda que os progressistas mantenham a administração do arquipélago sob sua tutela. Leia-se: a acomodação toda envolveria o PP, o que motivaria também, segundo fontes atentas às movimentações observam, que as 
posses ocorressem de forma casada.

 

Noronha: Alepe precisa aprovar
Na hipótese de Guilherme Rocha deixar a administração de Fernando de Noronha para se tornar o chefe de Gabinete do governador Paulo Câmara, um substituto dele teria que ter nome referendado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco. E esse nome deve sair da cota do PP.

Trâmite> A Casa de Joaquim Nabuco está em recesso, mas pode haver convocação, caso necessário. A indicação para administração de Fernando de Noronha precisa passar pela Comissão de Constituição, Legislação e Justiça (CCLJ) e, depois disso, pelo plenário. onde também será apreciada pelos deputados.

Tamanho > Há quem lembre que a Assembleia Legislativa é presidida pelo deputado estadual Eriberto Medeiros, do PP, o que poderia reduzir o risco de empecilhos a  uma eventual convocação extraordinária. O PP tem 11 deputados estaduais, bancada igual a do PSB. As duas são as maiores da Alepe.

Currículo > Novo titular da Agricultura,  Claudiano Martins Filho vem de família de agricultores, é produtor de leite e vice-presidente da Sociedade Nordestina de Criadores. Claudiano foi presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa e tem 10 anos de mandato, pautado por movimentos ligados ao setor. Foi dele, por exemplo, o projeto do queijo artesanal, que mirou a melhoria do preço do leite no Estado e promoveu regularização da produção artesanal. Na época, o governador Paulo Câmara reuniu os produtores para tratar do tema antes de sancionar projeto.

Veja também

Comitiva brasileira é obrigada a usar máscara e seguir medidas contra a Covid em Israel
Coronavírus

Comitiva brasileira é obrigada a usar máscara e seguir medidas contra a Covid em Israel

Creone, do Trio Parada Dura, recebe vacina contra Covid
Coronavírus

Creone, do Trio Parada Dura, recebe vacina contra Covid