TRE-PE proíbe, em todo o Estado, atos de campanha que causem aglomeração

TRE-PE - Arquivo

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) tomou a decisão, através de proposta feita pelo presidente Frederico Ricardo de Almeida Neves, em sessão realizada nessa quarta-feira (28), de proibir, em todo o estado de Pernambuco os atos presenciais relacionados à campanha Eleitoral 2020, causadores de aglomeração.

A decisão abrange atos causadores de aglomeração ainda que em espaços abertos, semi-abertos ou no formato drive-in, tais como: comícios; bandeiraços, passeatas, caminhadas, carreatas e similares; e confraternizações ou eventos presenciais, inclusive os de arrecadação de recursos de campanha, ainda que no formato drive-thru.

A proibição começar a valer a partir da noite desta quinta-feira (29).

TRE PE Proibicao Atos Campanha by Folha de Pernambuco on Scribd

Veja também

BR passará a atuar no setor de energia elétrica com a compra da Targus
Economia

BR passará a atuar no setor de energia elétrica com a compra da Targus

Intenção de consumo registra 3ª alta seguida em novembro, aponta pesquisa
Brasil

Intenção de consumo registra 3ª alta seguida em novembro, aponta pesquisa