Beco do Batman, em São Paulo, está de cara nova!

Quem vai busca fazer fotos em meio aos painéis super coloridos - Fabiano Antunes/@rota1976

Claro que o momento é de evitar viagens, preservar-se ao máximo pois ainda estamos enfrentando a pandemia, mas até que possamos viajar com tranquilidade vamos enchendo nossa bagagem de informação. Sabia que as grafitagens do Beco do Batman , no coração da Vila Madalena, em São Paulo, estão de cara nova? Pois é, depois de alguns meses com todas as paredes em preto por causa do protesto contra o assassinato de um artista negro, o beco voltou a ter o colorido em seu visual. E é uma parede mais bacana que a outra! Neste post vou mostrar como chegar lá e o que se vê.  Acompanhe  gente também no Instagram, onde você pode receber várias dicas de viagem e conhecer paisagens incríveis! É só clicar AQUI!

O Beco do Batman é um dos principais pontos turísticos da cidade, suas ruas e vielas atraem gente de todo lugar. Os grafites ficam concentrados em pequenas ruas onde não há passagem de carros, apenas pedestres.  Dá pra chegar lá de metrô, mas é preciso fazer uma caminhada.

Você pode descer na estação Vila Madalena (Linha Verde) ou Fradique Coutinho (Linha Amarela) que são as mais próximas, cerca de 1,5 km. Dá uns 15 a 20 minutos de caminhada dependendo do seu ritmo. Do metrô Vila Madalena até lá é só descida então aconselho ir por este caminho. Pra voltar, pegue o metrô Fradique Coutinho, pois o caminho será mais plano (cansa menos). Se estiver com mais gente aí vale a pena pegar um Uber. Da Av. Paulista até lá o custo gira em torno de R$ 15 reais. 

O Beco do Batman é uma área pública e pode ser visitado a qualquer horário e dia da semana. Mas para quem quer tirar boas fotos e conhecer tranquilamente o local, o melhor é ir pela manhã, em dias úteis da semana. É bem calmo e você vai poder fotografar o lugar com bem menos gente. Nos finais de semana, aí o beco fica cheio. Se quiser agito essa é a melhor opção. Tem feirinha na rua e um zigzag sem fim de gente fazendo foto e azarando também. Em alguns painéis as pessoas chegam a fazer fila para fotografar. E nos finais de semana, costuma funcionar uma feirinha de artesanatos, o que “atrapalha” o visú pra quem vai com objetivo de fotografar. Para saber mais deste tour é só clicar AQUI!

Veja também

Louzer elogia Betinho e lamenta “distância” entre setores em derrota
Futebol

Louzer elogia Betinho e lamenta “distância” entre setores em derrota

Atlético-MG perde para o Ceará em noite de falhas de Everson
Futebol

Atlético-MG perde para o Ceará em noite de falhas de Everson