Nova Zelândia também tem programação de viagem para a faixa etária 50+

Vinhos e comida regional estão no menu turístico - Foto Divulgação cedida pela Ideal H+K Strategies (Assessoria de Imprensa)

Um país que encanta pelas belezas naturais, mas também pela cultura e gastronomia, a Nova Zelândia pode ser a pedida certa para os turistas com mais de 50 anos que estão aguardando o momento certo para viajar, assim que houver mais segurança diante da pandemia da Covid-19. Cheio de vitalidade e com uma expectativa de vida bem mais ampla do que há algumas décadas, esse público encontrará uma ampla variedade de opções no país de cultura Maori. Confira abaixo algumas das atrações que se destacam em um roteiro para os 50+.

Acompanhe  gente também no Instagram, onde você pode receber várias dicas de viagem e conhecer paisagens incríveis! É só clicar AQUI!

Para quem ama a gastronomia, um dos maiores destaques da Nova Zelândia são os seus ótimos, reconhecidos e apreciados vinhos. Nenhum lugar por ali fica a mais de 130 km de distância do mar e a proximidade dos vinhedos do oceano resulta em vinhos vivos e com uma mineralidade inconfundível. A latitude do país fez com que fosse criado o slogan “vinhos de clima frio”, que se traduz em vinhos refrescantes, delicados e frutados. O clima em sua maior parte é ensolarado, com verões e outonos suaves e longos. As diferenças marcadas entre as temperaturas do dia e da noite, em muitas regiões, desaceleram o amadurecimento das uvas e permitem o desenvolvimento de sabores puros, intensos e variados.

E quem disse que a Nova Zelândia também não tem culinária atrativa? Por lá, uma das estrelas é Josh Emett, chef que está à frente dos badalados restaurantes Ostro, Onslow e Ortolana, todos em Auckland. A culinária dos Maori, povos indígenas que ocupavam a Nova Zelândia antes da colonização inglesa, também atrai a atenção por sua singularidade. Com o objetivo de valorizar os recursos comestíveis locais e manter a memória ancestral viva, o movimento Eat New Zealand permite aos turistas montarem um itinerário gastronômico que contempla todas as regiões do país.

Além da boa gastronomia e dos vinhos, a natureza exuberante convidará os turistas de 50+ a uma imersão. A Nova Zelândia está localizada no encontro de duas placas tectônicas, o que causa uma grande quantidade de atividade geotérmica, permitindo que a água morna borbulhe através da crosta terrestre, formando piscinas aquecidas, cujas águas geralmente contêm minerais dissolvidos das rochas por onde passam. Essas famosas piscinas termais de água mineral podem até ter propriedades medicinais. Por tudo isso, muitas destas termas foram transformadas em ‘day spas’. Para saber tudo sobre essa programação 50+ é só clicar AQUI!

Veja também

Em dia de Moro suspeito no STF, Lula lembra dos dias na prisão: 'provação de fé'
Política

Em dia de Moro suspeito no STF, Lula lembra dos dias na prisão: 'provação de fé'

Com gol aos 55, Brasil bate Colômbia e dá a Tite maior sequência de vitórias
Copa América

Com gol aos 55, Seleção Brasileira bate Colômbia