Como combater o racismo desde a infância?

Esse é um tema que não me arrisco. Não me sinto seguro diante dos meus privilégios de escrever sobre, tenho a noção de que posso cometer alguns erros. No entanto, não me orgulho disso. Quando olho em perspectiva, vejo que a insegurança é fruto de uma construção social e histórica do país que vivo, um dos últimos a abolir a escravidão, aquele que nega reconhecer o racismo e perpetua silenciosamente um ciclo de exclusão marcado pelo preconceito.

Essa semana o tema voltou com tudo, diante de fatos ocorridos no Big Brother Brasil. 

E tem muita gente boa estudando e contribuindo para que possamos tratar o assunto com nossos filhos e futuras gerações. Uma referência é o perfil no Instagram Infância sem Racismo @infanciasemracismo. Conversei com Juliana Costa, administradora da conta. "Importante ressaltar que somos uma sociedade que tem o racismo como base estrutural, nossa geração toda foi criada e educada assim. Precisamos urgentemente desconstruir esses conceitos. Vamos errar? Provavelmente sim! Mas, se a gente está preocupado em mudar, em aprender com os erros, isso vai evoluindo de geração em geração", disse Costa.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Infância sem Racismo (@infanciasemracismo)

Outro perfil que aborda educação e racismo é o @amordepapaireal, de Nicácio Belfort. Ele é autor do livro "João e o cabelo mais lindo do mundo". "Não há justificativa para o racismo. Esse livro é para mostrar que somos todos iguais", destaca Belfort.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Nicácio Belfort® (@amordepapaireal)

Compartilhando a crença de Paulo Freire, a educação transforma as pessoas e as pessoas transformam o mundo. Estamos em pleno século XXI. É hora de repararmos danos históricos e acelerarmos essa transformação.

 

Veja também

Por falta de recursos, Salgueiro estuda não disputar a Série D
Salgueiro

Por falta de recursos, Salgueiro estuda não disputar a Série D

Japão lançará no mar água tratada de Fukushima
Mundo

Japão lançará no mar água tratada de Fukushima