Recife é o grande destaque no “Criança Alfabetizada”

Das 50 melhores escolas do Estado, a capital pernambucana foi representada por oito unidades

Das 50 melhores escolas do Estado, a capital pernambucana foi representada por oito unidades - Divulgação / PCR

 

A Rede Municipal de Ensino do Recife e suas escolas ficaram em evidência no Prêmio Escola Destaque, promovido pelo Programa Criança Alfabetizada, do Governo de Pernambuco. Das 50 unidades de ensino premiadas por terem os melhores desempenhos em alfabetização, oito são escolas representantes da capital pernambucana. As unidades recebem de imediato o montante de R$ 60 mil de premiação para continuidade do bom desempenho na execução do trabalho. Em um segundo momento, as escolas receberão um complemento de R$ 20 mil por resultados alcançados em parceria. O Seminário do Programa Criança Alfabetizada foi realizado nesta terça-feira (21), no auditório da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), e contou com uma aprentação especial com temática junina de estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Presbítero José Bezerra, da Macaxeira. 

Os destaques recifenses ficaram por conta da Escola Municipal Mundo Esperança (Sítio dos Pintos), Escola Municipal Córrego da Bica (Passarinho); Escola Municipal Poeta Carlos Pena Filho (Curado); Escola Municipal Sítio do Berardo (Prado); Escola Municipal do Sancho (Sancho); Escola Municipal Professora Sônia Maria de Araújo Souza (Jardim Jordão); Escola Municipal João XXIII (Iputinga) e Escola Municipal de Dois Rios (Cohab). 

“Ficamos muito felizes e nosso time fica até emocionado, porque temos percebido que a rede do Recife vem avançando ao longo dos últimos anos. E no último ano, mesmo ainda sendo difícil por conta do contexto de pandemia, fizemos um esforço muito grande para mobilizar nossas escolas, inclusive nossos professores, por entender que essas crianças que estão no ciclo de alfabetização foram as mais prejudicadas pela pandemia. Então, poder ver algumas escolas realizando um trabalho para dar continuidade a essa aprendizagem mostra que o Recife avançou e chegou a ser destaque na premiação, o que nos deixa ainda mais contentes e motivados para continuar, porque ainda temos muito trabalho pela frente”, celebrou o secretário de Educação do Recife, Fred Amancio. 

É importante destacar que, a fim de estimular o aprendizado, o Programa Criança Alfabetizada também prevê apoio técnico e financeiro para as 50 escolas que tiveram rendimentos mais modestos. Estas receberão do programa R$ 20 mil.

“É muito bom poder juntar todo esse time que vem priorizando a alfabetização nas redes municipais e poder discutir sobre o processo de letramento, especialmente após esse período sem aulas presenciais por conta da pandemia. Poder ver não só os resultados, mas também quais ações estão sendo realizadas para que a gente possa ajudar a superar essas defasagens de aprendizagem das crianças é de extrema importância”, destacou a secretária executiva de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco, Ana Selva. 

O Programa Criança Alfabetizada visa apoiar os municípios na busca pela alfabetização na idade correta de todos os estudantes. Os municípios recebem do Estado material complementar e de apoio pedagógico para a alfabetização, além de formação continuada para todos os gestores escolares, coordenadores pedagógicos e professores que atuam na pré-escola e alfabetização. 

Primeiras Letras

O programa da Secretaria de Educação do Recife, lançado no ano passado, tem por objetivo alfabetizar todas as crianças da Rede Pública Municipal do Recife até os sete anos de idade. Além disso, ele ainda conta com seis grandes eixos de atuação, sendo trabalhado da pré-escola até as duas primeiras turmas do Ensino Fundamental. O plano de ações, que envolve formações dos professores, também conta com a distribuição de um material pedagógico complementar, avaliações das escolas e monitoramento de dados. 

O Primeiras Letras contará com investimento público de aproximadamente R$15 milhões até 2024, beneficiando mais de 34 mil estudantes. O programa ainda garantirá um aporte financeiro de mais de R$1,8 milhão e as dez escolas com melhores resultados na alfabetização dessas crianças serão premiadas com R$80 mil, enquanto as dez que apresentarem maior crescimento receberão R$60 mil. As unidades com resultados mais modestos não ficarão de fora, e serão contempladas com um incentivo de R$40 mil, iniciando um trabalho em parceria com instituições que apresentarem indicadores melhores.

Veja também

Publicidade Legal - 01 de Julho de 2022 - Editais e balanços

Publicidade Legal - 01 de Julho de 2022 - Editais e balanços

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões
Loteria

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões