Conheça o Impacto da Pandemia na Poupança das Famílias em 2020

Você sabe qual foi o resultado das medidas de lockdown no Brasil e no Mundo no Saldo da Poupança das Famílias?

Pixbay.com

A poupança das famílias no mundo atingiu em 2020 a impressionante marca de 200 trilhões de euros. Este valor representa um acréscimo de 9,7% no montante total em reservas financeiras no ano passado em relação a 2019, segundo revela estudo do Grupo Allianz, divulgado recentemente.

Podemos deduzir, a partir desta informação, de que a crise da pandemia ao invés de descapitalizar as famílias, terminou por obrigá-las a uma poupança forçada pelo lockdown, redução das atividades fora de casa, diminuição das possibilidades e do ânimo por consumo, insegurança pelas incertezas que o período pandêmico trouxe a toda a humanidade, dentre outros fatores.

O trabalho do Grupo Allianz, teve como campo de estudos cerca de 60 países e destacou também que pode ter influenciado este aumento da poupança mundial a injeção de recursos financeiros por parte dos governos para as famílias

Para 2021, a perspectiva é de novo crescimento nos ativos financeiros mundiais, o que levaria os 200 trilhões de euros a cerca de 226 trilhões de euros, ao final deste ano.

Claro que o relatório de riqueza global feito pelo Grupo Allianz, envolve as movimentações financeiras das famílias economicamente ativas, portanto, não representa a realidade de todas as famílias, e sim, apenas daquelas investidoras.

No Brasil, esses ativos financeiros investidos aumentaram anda mais, 13% no ano de 2020.

Olhando agora para o Brasil, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – AMBIMA, o total investido pelas famílias representava ao final de 2020, R$ 3,7 trilhões.

A velha conhecida caderneta de poupança, sozinha, representou R$ 1,035 trilhão. Na verdade, a poupança é mais uma forma de guardar dinheiro com segurança do que investir, em função do baixo rendimento comparativo.

Vejamos no quadro abaixo (fonte: Banco Central) a evolução desta aplicação ao longo dos anos e seu resultado líquido, às vezes, até negativo. 

Importante contextualizar que pela legislação em vigor, o rendimento da poupança é calculado pela soma da Taxa Referencial (TR), definida pelo BC, mais 0,5% ao mês, sempre que a taxa básica de juros, a Selic, está acima de 8,5% ao ano. Quando a Selic é igual ou inferior a 8,5% ao ano, a remuneração da poupança passa a ser a soma da TR com 70% da Selic.

Pela segurança e facilidade de aplicação e resgate, dentre outros fatores, a classe média brasileira destina, segundo dados da AMBIMA, 70% dos seus recursos de investimento para a caderneta de poupança, enquanto os mais ricos, principalmente, pelos baixos rendimentos comparativos, destinam apenas 0,4%.

Na outra ponta, no segmento private, formado por investidores com patrimônio investido acima de R$ 3 milhões, as ações se tornaram, pela primeira vez na série histórica da ANBIMA, a principal escolha na carteira dos clientes.

Focando objetivamente no comparativo entre os principais investimentos em 2020, encontramos neste levantamento da Consultoria Economatica, que a poupança ao lado do CDI e do Ibovespa, amargou rentabilidade negativa, descontando a inflação medida pelo IPCA.

Por outro lado, o ouro, seguido pelo euro e dólar, apresentaram resultado positivo, acompanhe no gráfico abaixo: 

Ao fim e ao cabo, com o aumento das demandas das famílias ao redor do mundo, por mais segurança e rentabilidade, o mercado financeiro mundial está sendo cada vez mais desafiado a oferecer soluções seguras, rentáveis e compatíveis com os diversos perfis de investidores. 

 


 Borba Consultoria | Sociedade Pernambucana de Planejamento Empresarial - SPPE

Veja também

Senado aprova acúmulo de saldo de telefonia não utilizado
Serviço de telefonia

Senado aprova acúmulo de saldo de telefonia não utilizado

Assaí Atacadista oferece 290 vagas de emprego para nova unidade no Recife
oportunidade

Assaí Atacadista oferece 290 vagas de emprego para nova unidade no Recife