IFPE abre seleção para compor Comissões de Heteroidentificação do Sisu

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no período de 7 a 11 de fevereiro

Pessoa trabalhando no computador - Pexels

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) abre, na próxima segunda-feira (7), inscrições para compor Comissões de Heteroidentificação do SiSU. Selecionados atuarão de forma remota na 1ª Edição de 2022 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), nos campi Pesqueira e Recife. Para se inscrever, é necessário comprovar experiência na temática da promoção da igualdade racial e do enfrentamento ao racismo

As comissões atuarão validando autodeclarações de candidatos inscritos no sistema de reserva de vagas para pessoas pretas e pardas, mediante heteroidentificação complementar de seu fenótipo, e também na aferição da condição de indígena autodeclarada pelas pessoas inscritas no sistema de reserva de vagas para indígenas, mediante análise da documentação apresentada.

São oferecidas, para as Comissões de Heteroidentificação, dez vagas no total, cinco para cada campus. Dentre as vagas, seis são para membros titulares e quatro para suplentes. 

A carga-horária de trabalho estimada de cada membro que atuará no campus Pesqueira é de 20 horas, com remuneração de R$ 1.443,80. Já a carga-horária de cada membro que atuar no campus Recife poderá chegar a 27 horas, com remuneração de R$ 1.949,13.

Também serão selecionados membros para Comissões Recursais, cinco para cada campus - três membros titulares e dois suplentes.

Para as Comissões Recursais, a remuneração individual dos membros dessas comissões será proporcionalmente calculada com base no número de recursos interpostos pelos candidatos, tomando por base o valor de R$ 72,19 por hora trabalhada.

Inscrições
As inscrições podem ser realizadas até 11 deste mês, por meio de um formulário eletrônico. Apenas e-mails vinculados a contas do Google podem realizar a inscrição. 

Podem se inscrever servidores estatutários, servidores temporários ou empregados públicos, do IFPE ou de outras instituições, bem como representantes de entidades da sociedade civil voltadas para a promoção da igualdade de oportunidades para a população negra, ou seja, pessoas vinculadas a grupos de pesquisa, movimentos sociais negros, coletivos ou outras instâncias similares dedicadas às relações étnico-raciais.

Para participar, será necessário comprovar experiência na temática da promoção da igualdade racial e do enfrentamento ao racismo, por meio de alguma das seguintes atividades:

participação em grupos de pesquisa, movimentos sociais negros, coletivos, comissões, grupos de trabalho e/ou outras instâncias similares;
seminário, oficina, curso ou palestra;
produção acadêmica;
banca de heteroidentificação.

No ato de inscrição, o candidato deverá anexar os documentos exigidos pelo edital, digitalizados na íntegra.

Resultados
De acordo com o cronograma da seleção, o resultado preliminar será divulgado no próximo dia 17, com a interposição de recursos ocorrendo no dia 18. Já o resultado final será publicado no dia 22 de fevereiro.

A previsão é de que o trabalho das comissões seja realizado entre os meses de fevereiro e abril deste ano.

Veja também

Lava jato, propina e ação de ex-partido: veja como Dino votou na 1ª semana como ministro do STF
SUPREMO

Lava jato, propina e ação de ex-partido: veja como Dino votou na 1ª semana como ministro do STF

Eduardo Leite, governador do RS, se aventura como cantor durante encontro do Cosud; veja vídeo
SUL

Eduardo Leite, governador do RS, se aventura como cantor durante encontro do Cosud; veja vídeo