O amor salva! Resgatado durante as fortes chuvas no Recife, sem movimentos, cão volta a andar

Após a conclusão do tratamento, ele ficará disponível para adoção responsável - Cortesia/Douglas Brito

Há exatamente dez dias, o Folha Pet contava a história de Zeus, um cão SRD de aproximadamente de três anos que fora resgatado no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife. 

O canino, que não tinha movimentos em nenhuma das patas, estava em uma região de difícil acesso por conta das fortes chuvas que caíam na capital pernambucana e acabou ficando ilhado, sendo necessário pagar uma carroça para retirá-lo do local. O resgate foi feito por um grupo comandado pelo ativista Douglas Brito. 

Após dias de internação, tratamentos e muito carinho, Zeus, nesta sexta-feira (23), surpreendeu a todos ao se levantar. A recuperação do canino causou verdadeira comoção, dada a gravidade do quadro de saúde dele ao ser resgatado. 

Desnutrido e sem movimentos, ele sentia muitas dores e teve um quadro de trombose. O estado clínico não permitia sequer a utilização de uma cadeira de rodas adaptada naquele momento. 

Leia também:

Após a castração, alimentação de cães e gatos exige atenção especial
 
Conheça opções para estimular o entretenimento dos gatos em casa
 
Existe intervalo de tempo ideal para dar banho nos cães?

Leia outras notícias no Folha Pet
 

Durante a permanência de Zeus no hospital, Douglas Brito chegou a comentar que ele observava quando as pessoas falavam com ele, chegava a balançar a cauda, mas não conseguia responder com os membros. 

Zeus passou por uma série de exames e avaliações. Alguns laudos ainda não saíram, mas, até o momento, é certo que ele tem um quadro de erliquiose, um dos tipos de doença infecciosa causada por picada de carrapato.  

Entre os sintomas que a doença pode causar está justamente a fraqueza dos membros e letargia. Zeus respondia aos estímulos neurológicos, nas patas, mas não tinha forças para sustentar o corpo. 

Após seis dias internado, o canino recebeu alta hospitalar e foi acolhido com lar temporário no espaço Alameda das Patas. Nos últimos dias, chegou a receber aval para começar a usar a cadeira de rodas. 

As medidas dele já estavam sendo acertadas com a profissional responsável pela confecção do acessório, mas Zeus mostrou que poderá ir além em sua recuperação. 

“Ele vinha fazendo exercícios diários de estímulo neurológico nas patas e também era colocado de pé, mas não conseguia sustentar e arriava. Então nos surpreendeu quando ele levantou e andou. Foi uma verdadeira comoção. Teve grito, teve choro, ficaram todos sem acreditar no que estava acontecendo”, conta Douglas Brito, explicando que Zeus também está fazendo uma dieta apropriada para ajudar na recuperação. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Douglas Brito Ativista (@douglasbrito.peoficial)

"Zeus tem etapas ainda a serem vencidas, mas é uma sensação maravilhosa, difícil de descrever em palavras. Muita gratidão por ele ter levantado, por estar se reerguendo. Ainda que com um pouco de dificuldade, já consegue fazer xixi sozinho, saiu da fralda. Ele levanta, caminha e volta para a cama dele. Mandei mensagem para as médicas que estão cuidando dele e ficaram todos maravilhados”, completa. 

Os custos do internamento de Zeus foram arcados pelo ativista Esdras Andrade, de São Paulo, que conheceu a história dele através das redes sociais e acionou Douglas para realizar o resgate no Recife. 

Após a alta hospitalar, a responsabilidade do tratamento ficou com Douglas, que tem feito campanhas para levantar os recursos necessários para o pagamento do lar temporário, bem como os medicamentos necessários. O tratamento de Zeus ainda está em curso e ele deverá repetir os exames de sangue dentro de 15 dias. 

“É uma sensação de dever cumprido. A gente se entrega para dar uma nova oportunidade a esses animais que vêm das ruas e eles respondem assim, dizendo ‘tô bem porque vocês cuidaram de mim’. O que aconteceu com Zeus é importante para deixar as pessoas cientes de que eles têm sentimentos e retribuem o que recebem. Possivelmente, ele foi abandonado. Mas se você dá amor, ele responde com amor e demonstrando o quanto pode ser forte”, diz Douglas. 

Quando tiver condições clínicas, após concluir o tratamento da erliquiose, Zeus passará pelo procedimento de castração e será colocado para adoção responsável. Segundo Douglas, quem tiver interesse em adotar o canino já pode entrar em contato para iniciar o processo de entrevista. 

Veja também

SpaceX firma parceria com Google para desenvolver Internet via satélite
Games e Tecnologia

SpaceX firma parceria com Google para desenvolver Internet via satélite

Série de lives 'Nossas vozes' debate racismo estrutural
13 de maio

Série de lives 'Nossas vozes' debate racismo estrutural