A-A+

A importância do comer

A importância da comida saudável - Foto: Pixabay

Outro dia falamos aqui da importância de consumir regularmente o café da manhã. Relendo a matéria, inspirei-me para falar sobre as demais refeições. Nas orientações convencionais para um adequado planejamento alimentar, os nutricionistas estabelecem várias recomendações; entre elas, a adoção de um intervalo de tempo regular entre as refeições. Isto se baseia nas peculiaridades dos processos metabólicos que envolvem a ingesta e a digestão dos alimentos até a absorção dos seus menores constituintes – os nutrientes, e seu “encaminhamento” às células, onde serão efetivamente destinados a cumprir as suas funções.

O aporte de energia e nutrientes em cada refeição versus o gasto energético com as atividades de vida diária e a prática de exercícios, interfere no rendimento do organismo. Quando o intervalo de tempo entre atende a um padrão de certa regularidade, há maior conforto até que os sinais de fome fisiológica sejam novamente desencadeados e plenamente satisfeitos na próxima refeição.

Fugindo dessas orientações convencionais, surgiram outras com finalidades específicas, a exemplo do jejum intermitente. Esta intervenção subverte, de certa forma, os ditames metabólicos, forçando o organismo a utilizar outras rotas de produção e utilização dos estoques energéticos; daí, a necessidade ainda maior da supervisão do profissional de nutrição aliada ao de educação física, de maneira a ajustar o plano alimentar sem prejuízo da saúde como um todo.

Par e passo com a regência da fisiologia - plasmada nos códigos da ancestralidade humana - atuam os fatores emocionais, sociais e culturais na determinação do padrão alimentar de indivíduos, famílias e sociedades. A escolha do quê, onde, quanto e quando comer define o perfil de consumo, haja vista a circunstância especialíssima que a pandemia da COVID-19 nos trouxe...

Em nossa cultura o café da manhã, o almoço e o jantar (ou ceia) compõem o repertório diário das chamadas refeições principais, intervaladas com lanches. Isto, sem falar nos cafezinhos e nas “beliscadas” de toda natureza: pipoca, sorvete, picolé, biscoito, refrigerante, chicletes etc. No contexto de vida saudável, pular refeições é tão ruim quanto comer de hora em hora: isto “enlouquece” a regulação metabólica e os sinais de fome fisiológica se confundem com a fome emocional. É aquela velha história do dito popular “é fome ou vontade de comer?”

Outra tendência que preocupa os educadores em saúde é esta adotada pela maioria das pessoas de hoje em dia: comer enquanto assistem TV, mexem no computador ou no celular, num completo alheamento dos sinais sensoriais que nos levam a degustar com prazer até um simples copo d´agua. Para muitos, a mesa de refeições passou a ser um objeto desvinculado da sua função de expor os alimentos com sua multiplicidade de aromas, cores e sabores, bem como de reunir e conectar pessoas. 

Pensando em quanto a mudança de certos hábitos pode trazer consequências danosas, trago a reflexão sobre a importância da interação familiar face à socialização das crianças pequenas, sobretudo quando iniciam a introdução alimentar a partir dos 6 meses de idade. As recomendações vigentes são de que as crianças e seus pais, avós e demais cuidadores diretos se encontrem às refeições, respeitando, é claro, as disponibilidades de cada um. E na própria gradação da apresentação de alimentos novos à criança, ela ocupará um espaço à mesa com os demais, servindo-se com as próprias mãos sob acompanhamento responsivo dos adultos.

Pensemos, pois, na riqueza das experiências gustativas, emocionais e sociais que advirá do convívio mais estreito das pessoas durante as refeições. Ah, isso vale para famílias de uma pessoa só: afinal, posso ser a melhor companhia de mim mesmo (a), se estiver atento (a) a isso!

 

Veja também

Varizes pélvicas, que atingem população feminina, podem ser tratadas
Saúde

Varizes pélvicas, que atingem população feminina, podem ser tratadas

Em evento focado em IA, Amazon anuncia novos dispositivos para seu catálogo. Confira
TECNOLOGIA E GAMES

Em evento focado em IA, Amazon anuncia novos dispositivos para seu catálogo. Confira