Nem Freud explica

O técnico Roberto Fernandes quer dar um basta na tristeza dentro do Santinha - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Eu não aconselho uma pessoa com depressão ler o noticiário do Santinha. Nem mesmo alguém saudável, para não bater uma tristeza profunda. O Santinha vem colecionando só notícia ruim, meu Deus do céu! Vem levando lapada o tempo todo ao ponto de encarar o maior jejum de vitórias do século como mandante. Eu vi numa matéria aqui da Folha de Pernambuco que o Tricolor não vence no Arruda há nada mais nada menos que oito jogos, sendo quatro derrotas e quatro empates.

O clima é tão ruim que, depois do tombo contra o Tombense, no último sábado (17) - pra variar dentro do Arruda -, o técnico Roberto Fernandes admitiu que, no vestiário, o baixo astral tomou conta do grupo ao ponto de ter até jogador chorando de desespero. É muita tristeza para um clube que já foi um dos grandes do Nordeste e até do país. O povo vinha jogar aqui torando o aço. Já hoje?! Bem, hoje o adversário já chega querendo adivinhar de quanto será o placar da derrota coral.

Infelizmente, o Santa Cruz chegou nesta situação por conta principalmente dos desmandos dos vários cartolas que assumiram o clube, do final dos anos 1990 para cá. E para piorar a situação, a administração atual contratou um “caminhão de jogadores”, que se juntar todo mundo num saco não dá um meia boca. Para se livrar da Série D, é apelar para a reza.  

Veja também

Brasil vence o Egito no futebol masculino e se classifica à semi das Olimpíadas
Jogos Olímpicos

Brasil vence o Egito no futebol masculino e se classifica à semi das Olimpíadas

Venda de antidepressivos cresce na pandemia e liga alerta para sofrimento mental
Pandemia

Venda de antidepressivos cresce na pandemia e liga alerta para sofrimento mental