No caso Neílton, não tem como não imaginar em mais um “descuido” do Sport

O jogador acusa os médicos do clube de negligência com o seu tornozelo, o que foi rebatido pelos dirigentes leoninos. O problema é que a temporada foi marcada por muitas besteiras realizadas pelos cartolas. Então...

Neílton garante que pagou do próprio bolso uma nova cirurgia para resolver a situação de vez - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

O atacante Neílton resolveu soltar o verbo contra o atual departamento médico do Sport. Ele, que já havia criticado o tratamento realizado em seu tornozelo pelo departamento anterior, também acusou de negligência os atuais homens de branco da Ilha. Segundo o jogador, em seu perfil no Instagram, a cirurgia realizada em julho, em vez de melhorar a situação, fez foi piorar. A situação chegou de um jeito que Neílton garante que pagou do próprio bolso uma nova cirurgia para resolver o problema de vez.

Já o Sport, também através da sua conta oficial no Instagram, defendeu o seu departamento médico. Segundo o clube, tudo ocorreu bem, e que a cirurgia foi realizada por um dos melhores especialistas de tornozelo do Recife. Os dirigentes ainda acusaram o jogador de usar de má-fé ao soltar a nota minutos antes da partida contra o Flamengo para ganhar o apoio da torcida, já que a diretoria estava com a cabeça voltada apenas para o jogo.

Enfim, cada um tem o direito de se defender, mas, durante esta temporada, os cartolas rubro-negros abusaram de fazer besteiras, algo nunca visto na Ilha. Foi tanta “caquinha” que o time acabou caindo para a Segundona. Por isso, não fica difícil de imaginar que esse caso de Neílton tenha sido também mais um dos tantos “descuidos” cometidos dentro do clube, de 2020 para cá. É triste, mas é uma realidade.   

Veja também

Publicidade Legal - 19 de Janeiro de 2022 - Editais e balanços

Publicidade Legal - 19 de Janeiro de 2022 - Editais e balanços

Derramamento de óleo atribuído à erupção no Pacífico atinge áreas de proteção no PeruDanos ambientais

Derramamento de óleo atribuído à erupção no Pacífico atinge áreas de proteção no Peru