Nutrientes adequados ajudam na melhora do sono

A pandemia da Covid-19 tem alterando o sono de muitas pessoas para pior, por causa da ansiedade. - Canva

Olá, leitores da coluna Saúde e Bem-estar da Folha de Pernambuco

A baixa qualidade do sono é fator importante para o aumento da obesidade, irritabilidade, estresse e desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Por exemplo, no período noturno, a serotonina, que é o hormônio do bem-estar, se transforma em melatonina, responsável pelo sono reparador. Nesse estágio do sono, as células conseguem mobilizar gorduras de forma adequada. Caso esse momento seja prejudicado, leva-se ao aumento do peso. Devido ao estresse e vida intensa, o brasileiro dorme mais tarde e também não tem horário para dormir. A  pandemia da Covid-19 tem alterado o sono de muitas pessoas para pior, por causa da ansiedade. Uma noite mal dormida gera desequilíbrio hormonal e as pessoas acordam mais cansadas e não reparam o sono. Sabe aquela “cara” que não conseguiu relaxar? É um fenômeno da noite inadequada. Trago hoje três nutrientes para ajudar você a ter um sono mais tranquilo.

A alimentação saudável pode ajudar você a contar menos carneirinhos na hora de dormir: 

Ômega 3 – Como já vimos aqui, a substância é uma gordura saudável, estando presente na linhaça, chia, na sardinha, atum e nas nozes. Perceba como funciona o ômega 3: realiza importante efeito para redução da inflamação cerebral, quando o nosso cérebro adormece com naturalidade.

Triptofano – É um aminoácido, encontrado no leite, aveia, mel, queijo branco, tomate, kiwi e amêndoas, são alimentos excelentes para produção de melatonina no organismo, hormônio que regula o sono. Atua também produção de serotonina, substância conhecidamente associada à diminuição de ansiedade.

Magnésio – É um mineral fantástico, estando presente no alho, banana, salmão, feijão e espinafre, e pode auxiliar na melhoraria da qualidade do sono, diminuindo os níveis de cortisol, hormônio relacionado ao estresse. Além disso, o magnésio também tem o poder de aumentar a GABA, um neurotransmissor que inibe o funcionamento de todo o sistema nervoso e promove, assim, o relaxamento.

Você não vai curar a insônia com um grupo específico de nutrientes ou alimentos, há diversos fatores envolvidos, cada caso é um caso. Porém, a dupla alimentação saudável e atividade física vão ajudar você no processo para dormir melhor.  Tenha bom sono e bons sonhos.

Seja a sua melhor versão

Saúde em Pílulas

Covid-19 - O tratamento precoce para combater a Covid-19, mesmo sem eficácia comprovada, de acordo com a Associação Médica Brasileira (AMB), ainda continua sendo prescrito. Dentre os remédios que compõem estão a ivermectina, azitromicina e hidroxicloroquina, que juntos são popularmente chamados de Kit Covid. No entanto, enganam-se quem pensa que "mal também não faz". Recentemente, várias pessoas apresentaram problemas de hepatite medicamentosa após utilizarem os medicamentos, e algumas, inclusive, entraram na fila para transplante de fígado. " É necessário muita cautela na hora de prescrever determinadas substâncias. É fundamental prescrevê-los de acordo com a sua indicação da bula. A utilização indiscriminada pode ocasionar problemas de ordem hepatobiliar e levar a complicações bem mais sérias", alerta o Coordenador da equipe de transplante de fígado do RHP e Cirurgião do Aparelho Digestivo, do Real Instituto de Cirurgia Oncológica, Cesar Henrique Lyra.

Podcast - A ginecologista especialista em fertilidade feminina, Adriana Griz e o urologista especialista em fertilidade masculina, Filipe Tenório, lançam o podcast Conversa Fértil. O espaço é uma oportunidade para esclarecimento e conscientização sobre os assuntos relativos à fertilidade. O objetivo é levar informação de qualidade, de maneira simples e acessível para todos aqueles que desejam conhecer mais sobre fertilidade. O conteúdo, além do Spotify, também estará disponível no canal do YouTube do Espaço Maetamorfose.

Dente – De acordo com a cirurgiã dentista, Janine Perboire, a falta de um dente afeta não só a aparência, mas também a saúde do organismo como um todo. Com isso, a melhor solução são os implantes dentários. “Ele deve ser instalado o quanto antes, de preferência no mesmo dia da extração, para evitar a perda óssea no local e o deslocamento dos outros dentes, sejam eles vizinhos ou antagonistas”, explica. Cada caso deve ser estudado individualmente. 

Abril Marrom: conscientização sobre a cegueira

Abril MarromIOR lembra sobre a prevenção à cegueira no abril marrom - Foto: Canva

O Instituto de Olhos do Recife – IOR adere à campanha Abril Marrom, que conscientiza a população sobre a prevenção, o combate e a reabilitação da cegueira. A despeito da pandemia, a saúde ocular deve ser priorizada, pois ainda são alarmantes os números de casos de cegueira que podem ser evitados. Segundo o Relatório sobre a Cegueira, elaborado pela Organização Mundial da Saúde, em 2019, em torno de 2,2 bilhões de pessoas são cegas ou têm algum tipo de deficiência visual. “O Abril Marrom é indispensável para chamarmos a atenção para o acesso universal à saúde ocular e ao exame oftalmológico, que são fundamentais na redução de casos de cegueira. Precisamos salvar a visão de milhares de pessoas, alertando-as para a necessidade de consultar periodicamente ao oftalmologista. Boa parte das doenças oculares têm tratamento e as que não têm cura, como o Glaucoma, quando tratadas no início, podem ser controladas”, orienta a oftalmologista Adriana Valença, especialista em oftalmologia geral, catarata e glaucoma, no IOR.

Opinião – Palavra do Especialista

 Uso exagerado de eletrônicos pode apresentar sintomas parecidos com o autismo 

Dryelle AzevedoDryelle Azevedo: “o autismo é um transtorno  caracterizado por condições de saúde, como o déficit na comunicação, interação social e alterações no comportamento” - Foto: Camila Ferreira

Já não é novidade que a maioria das crianças já tem o próprio perfil em plataformas de conteúdos digitais, inclusive conseguem selecionar sozinhas o que querem assistir. O que preocupa, é que a maior parte delas, estão com uma rotina descontrolada quanto ao uso de equipamentos eletrônicos, principalmente aqueles com estímulo visual, como celular, tablet e computadores, por exemplo.

Dependendo da intensidade, o uso exagerado pode, desenvolver sintomas semelhantes ao do transtorno do espectro autista.  Isso altera a funcionalidade e  o desenvolvimento das crianças, devido à exposição excessiva às telas de eletrônicos nos primeiros anos de vida da criança, causando impactos sociais, emocionais e no desenvolvimento da fala.

Conhecido cientificamente como Transtorno do Espectro Autista, o autismo é um transtorno  caracterizado por condições de saúde, como o déficit na comunicação, interação social e alterações no comportamento. Voltado para conscientização do tema, o Dia Mundial do Autismo é lembrado no dia 2 de abril.

Devido ao excesso do uso dos eletrônicos é importante lembrar que a linguagem, comunicação e socialização são as principais áreas que podem ser afetadas, isso traz uma série de prejuízos para o desenvolvimento infantil.

Para evitar transtornos no desenvolvimento das crianças, oriento que os pais ou responsáveis troquem as telas por brinquedos e que brinquem juntos com as crianças, sempre que possível. Portanto, a mudança na rotina  deve começar o quanto antes. Procure tratamento com um especialista. O trabalho interdisciplinar é de extrema importância e geralmente a equipe é composta por neuropediatra, fonoaudiólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional e psicopedagogo.

Dryelle Azevedo é fonoaudióloga e tem atendimento voltado para crianças dentro do espectro autista, alterações de fala e linguagem, além de motricidade orofacial e dificuldade alimentar.
CRFa: 10.155/PE
@fono_dryelleazevedo

 

Veja também

Ministros das Finanças do G20 discutem no Brasil economia ameaçada por conflitos
G20

Ministros das Finanças do G20 discutem no Brasil economia ameaçada por conflitos

Palestinos correm para o mar após ajuda humanitária cair de avião em Gaza
MUNDO

Palestinos correm para o mar após ajuda humanitária cair de avião em Gaza