A-A+

Brasil é o país onde se passa mais horas em aplicativos, revela estudo

Uso de aplicativos cresceu 30% no Brasil - Pixabay

Com tantas funções, os smartphones se tornaram uma extensão de nossos corpos. Neles, executamos tarefas como pagamento de contas, uso de redes sociais, conversar com amigos, trabalhar, entre tantas outras atividades. Uma pesquisa recente da App Annie e Cuponation revela que o Brasil é o país onde mais se usam aplicativos - cerca de 5,4 horas diárias. 

Além do Brasil, o outro segundo país com mais de 5 horas gastas em uso diário de aplicativos é a Indonésia, com média de 5,3 horas. 

À frente de países bem desenvolvidos, como Estados Unidos, Coreia do Norte, Japão e Canadá, o Brasil teve um crescimento de 30% no uso de aplicativos nos últimos dois anos. Referente aos maiores crescimentos de tempo gasto, as nações que ganham destaque é a Rússia e a Turquia: os russos aumentaram em 45% o acesso aos apps, enquanto os turcos somam 40%.

Nem é preciso ressaltar que esse comportamento digital está associado à pandemia, que fez o mundo parar e deixar de lado um sistema quase analógico para se aprofundar e se entreter ainda mais com a internet, de forma prática. 

Prova disso, a gerente Bruna Guimarães explica que o celular não sai de suas mãos. “Temos o trabalho, fazemos várias tarefas pelo celular. No trabalho, conseguimos mensurar resultados em apenas um clique. Respondo e-mail, abertura de chamados, tudo pelo celular”, conta. 

Ainda de acordo com Bruna, o tempo médio que passa no smartphone passa de 7 horas diárias. “Faço tudo pelo celular. Não me lembro as vezes que fui a um banco ou lotérica efetuar um pagamento. Tudo é realmente virtual, isso é incrível”, conclui. 

Veja o ranking dos 15 países com mais acesso aos apps:

Brasil - 5,4 horas
Indonésia - 5,3 horas
Índia - 4,9 horas
Coreia do Sul - 4,8 horas
México - 4,7 horas
Turquia - 4,5 horas
Japão - 4,4 horas
Canadá - 4,1 horas
Estados Unidos - 3,9 horas
Reino Unido - 3,8 horas
Rússia - 3,7 horas
Argentina - 3,6 horas
Austrália - 3,6 horas
França - 3,5 horas
Alemanha - 3,5 horas

Veja também

Marcelo Chamusca não devia nem ter vindo para o Náutico
Blog Que Golaço

Marcelo Chamusca não devia nem ter vindo para o Náutico

Bolsonaro cumprimentou apoiadores em NY mesmo após saber de infecção de Queiroga
EUA

Bolsonaro cumprimentou apoiadores em NY mesmo após saber de infecção de Queiroga