Com brasileiros, finais da Free Fire Continental Series acontecem neste fim de semana

Free Fire Continental Series, torneio de Free Fire organizado pela Garena - Garena/Divulgação

As melhores equipes de Free Fire das Américas em ação neste fim de semana para as Finais da Free Fire Continental Series (FFCS), o principal torneio internacional de Free Fire em 2020. Sem a presença do Mundial em virtude da pandemia do novo coronavírus, o torneio reunirá as melhores equipes do continente para definir o grande campeão da temporada.

A final da divisão Americas Series acontece neste sábado (28), a partir das 14h, com transmissão ao vivo nos canais oficiais do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming oficial da Garena. As finais da FFCS acontecerão em 28 de novembro (Américas e EMEA) e 29 de novembro (Ásia), com um prêmio total de US$ 900.000 - ou seja, US$ 300 mil cada.

No último fim de semana, durante os playoffs, se classificaram as seguintes equipes brasileiras: Cruzeiro, Flamengo B4, Santos Esports e RED Canids Kalunga. Estas se juntam às já finalistas SS Esports, Vivo Keyd, Team Liquid, paiN Gaming, Ignis Esports, Arctic Gaming, Team Aze e Savage - Esports na briga pelo título.


Equipes da Free Fire Continental Series

O grupo musical T.R.A.P., composto pela Moco, Antonio, Miguel e Kelly estará de volta: os personagens de Free Fire se apresentarão durante a cerimônia de abertura da FFCS.

Durante as partidas, os jogadores poderão resgatar recompensas exclusivas e muitos diamantes pela BOOYAH! (é necessário ter a conta Free Fire sincronizada com o serviço), além de aproveitar eventos in game e o lobby do jogo totalmente personalizado pelo tema FFCS.

Presença Feminina

Campeã brasileira, a SS E-Sports também fez história ao ter a primeira mulher a vencer a LBFF. Única brasileira a disputar a FFCS, Tamires “Tami” Letícia falou à Folha de Pernambuco sobre as expectativas para o torneio e sobre a influência na comunidade. 

“Eu to muito feliz, é um sonho sendo realizado. Eu queria muito isso e fico feliz em poder inspirar outras mulheres”, diz a capitã da SS sobre a conquista nacional e a possibilidade de representar o Brasil internacionalmente.

A paraense de 26 anos também falou sobre o preconceito no mundo dos esports. “O preconceito sempre vai existir e até hoje recebemos mensagens chatas. Procuro não me abater muito para não prejudicar o psicológico”, completou.

Além da brasileira, outra mulher também estará presente na FFCS. Trata-se de Eypril "Orellana", da Ignis Esports, que venceu a Free Fire League e conseguiu classificação para a competição continental. 

Formato Competitivo

Todas as três séries seguem o mesmo formato competitivo em ambas as fases do torneio: as equipes jogam ao longo de seis rodadas, em três mapas (Bermuda, Purgatório e Kalahari), com pontos atribuídos com base na classificação da rodada e no número de mortes.

Cada uma das três séries do campeonato - Américas, EMEA e Ásia - reunirá seus respectivos finalistas na disputa pelo título de melhor equipe da região.

Veja também

Prefeitura do Recife promove ação educativa nos parques por respeito às medidas de prevenção
Coronavírus

Prefeitura do Recife promove ação educativa nos parques por respeito às medidas de prevenção

Grupo farmacêutico Roche anuncia fechamento de fábrica no Brasil
Medicamentos

Grupo farmacêutico Roche anuncia fechamento de fábrica no Brasil