Microsoft marca adeus ao Internet Explorer

Novo Microsoft Edge possui modo que simula Internet Explorer - Microsoft/Divulgação

A Microsoft divulgou, na última quarta-feira (19), quando será o fim oficial do Internet Explorer. Em comunicado, a empresa revelou que o navegador - que marcou toda uma geração de internautas nos anos 2000 - será encerrado no dia 15 de junho de 2022. O fim da era IE já havia sido anunciado pela companhia no ano passado, quando a Microsoft intensificou o estímulo aos seus usuários para migrarem para o Edge.

Leia também

DC revela que game Injustice vai ganhar filme de animação

Twitter exclui algoritmo de recorte de imagem por viés contra minorias

Google garante que Android 12 será o 'sistema operacional mais pessoal de todos'

De acordo com a gigante, o Microsoft Edge seria o “futuro”, uma vez que proporciona uma “navegação mais rápida, segura e moderna” do que seu antecessor. Ainda segundo a empresa, quem usava o Internet Explorer para acessar sites e aplicativos mais antigos não vai precisar se preocupar em perder o acesso.

A versão atual do Edge possui o modo IE integrado, que garantirá a compatibilidade do serviço com endereços antigos da web, por exemplo.  As senhas salvas na ferramenta também poderão ser migradas para o novo navegador. Além do fim do suporte, o aplicativo da área de trabalho do Internet Explorer 11 será removido do Windows 10.

Veja também

Senadores republicanos barram votação de lei que garante acesso ao voto nos EUA
EUA

Senadores republicanos barram votação de lei que garante acesso ao voto nos EUA

Nova variante do coronavírus é identificada no estado do Rio
Variante P.5

Nova variante do coronavírus é identificada no estado do Rio