PlayStation Portal possibilita streaming de jogos do PS5 sem uso de televisão

Modelo portátil funciona por meio do modo Remote Play em conexão com o console principal

Dispositivo conta com uma tela de oito polegadas - Divulgação/Sony

Lançado pela Sony na quarta-feira (15), o PlayStation Portal promete trazer uma nova experiência para os jogadores que possuem o PlayStation 5. Custando US$ 199, o dispositivo, que ainda não tem previsão de entrada no Brasil, foi criado para possibilitar o streaming de jogos do console sem a necessidade de uma televisão.

Para tal, a versão portátil deve ser utilizada por meio do Remote Play e a conexão com o PlayStation 5 acontece via Wi-Fi. Em formato dual sense, o dispositivo conta com uma tela de oito polegadas e traz consigo especificações do PlayStation, como os feedbacks táteis do controle e os gatilhos adaptativos. 

Na tela, a resolução oferecida é de 1080p, enquanto a taxa de atualização tem máxima de 60Hz. A bateria, que não é removível, tem capacidade de 4.370mAh e é carregada via USB-C. O dispositivo é equipado, ainda, com alto-falantes estéreo e entrada para fone de ouvido.

PlayStation Portal promete integração completa com o PlayStation 5Escreva a legenda aqui

O Portal pesa 530 gramas, o que promete viabilizar que o jogador utilize o dispositivo de forma ergonômica e intuitiva. No entanto, por depender da conexão Wi-Fi com o console, o modelo portátil tem seu uso limitado ao alcance da conexão de internet utilizada no PlayStation 5. Para alguns jogadores, o tipo de conexão pode proporcionar momentos de instabilidade ao longo do jogo. 

Em entrevista concedida ao canal japonês AV Watch, o vice-presidente sênior de experiência de plataforma da Sony, Hideaki Nishino, afirmou que o objetivo do lançamento do dispositivo é possibilitar que os jogadores dediquem mais tempo ao console

“Em vez de lucratividade, queremos aumentar a quantidade de tempo que podemos jogar com o PS5. Se você puder jogar em qualquer lugar, penso que algumas pessoas, definitivamente, passarão mais tempo jogando.”

Veja também

Eleições nos EUA: Entenda como estão todos os processos contra Donald Trump
EUA

Eleições nos EUA: Entenda como estão todos os processos contra Donald Trump

STJ condena banco a indenizar cliente por não impedir transações irregulares após informe de roubo
DIREITO

STJ condena banco a indenizar cliente por não impedir transações irregulares após informe de roubo