Sony adquire desenvolvedora de jogos Bungie por US$ 3,6 bilhões

O anúncio ocorre poucos dias após a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft

logos das empresas Sony e Bungie - Divulgação / Redes Sociais

O grupo japonês Sony vai comprar a desenvolvedora de videogames americana Bungie, criadora da franquia "Halo", por US$ 3,6 bilhões, de acordo com um comunicado divulgado nesta segunda-feira (31).

O anúncio é mais um grande movimento do setor e ocorre poucos dias após a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft.

A Bungie "continuará a operar independentemente" da Sony Interactive Entertainment (SIE), subsidiária de jogos eletrônicos do conglomerado japonês, após a conclusão da transação, de acordo com o comunicado.

Ironicamente, em 2000, a Microsoft havia adquirido essa empresa quando estava prestes a lançar seu principal jogo, "Halo", que desde então vendeu 80 milhões de cópias.

Em 2007, a Bungie recuperou sua independência, mas a Microsoft manteve os direitos da franquia "Halo", cuja versão mais recente "Halo Infinite" foi lançada em dezembro passado.

Em 2020, rumores de uma nova abordagem da Microsoft surgiram no mercado, a ponto de o CEO da Bungie, Pete Parsons, negar publicamente a hipótese de uma segunda aquisição.

O outro grande jogo desenvolvido pela Bungie, com sede em Bellevue (estado de Washington), é "Destiny", um videogame de combate single e multiplayer, lançado em 2014.

Para este título, a Bungie havia concluído um acordo de distribuição com a Activision, que terminou em 2019 e não foi renovado, deixando a editora novamente responsável por sua comercialização.

A aquisição anunciada nesta segunda-feira "é um passo importante em nossa estratégia para alcançar um público muito maior com o PlayStation", disse Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, citado no comunicado.

Principal empresa do mundo do setor de videogames a nível de faturamento, a Sony supervisiona o desenvolvimento e o marketing do console PlayStation, que vendeu mais de 500 milhões de cópias de todos os seus modelos desde 1994.

A Sony também controla uma série de estúdios que desenvolveram títulos para seu console.

Em 2014, o grupo japonês lançou um serviço de videogame online por assinatura, chamado PlayStation Now, mercado no qual também concorre com Microsoft e Nintendo.

Veja também

EDITAIS E BALANÇOS

EDITAIS E BALANÇOS

Herdeiro bilionário é condenado a pagar US$ 900 milhões a vítimas de abusos sexuais
CRIME

Herdeiro bilionário é condenado a pagar US$ 900 milhões a vítimas de abusos sexuais

Newsletter