SpaceX firma parceria com Google para desenvolver Internet via satélite

A SpaceX de Elon Musk anunciou que o Google se uniria ao serviço de internet via satélite Starlink - MARIANA SUAREZ/AFP

A SpaceX, empresa de exploração espacial de Elon Musk, anunciou nesta quinta-feira (13) que fará parceria com a Google para fornecer Internet de alta velocidade e serviços de computação remota para seus clientes, negócios e organizações.

Pelos termos do acordo, as estações terrestres de seus satélites Starlink serão instaladas nos centros de dados da Google, para facilitar o acesso à nuvem (computação remota) e à Internet.

A SpaceX está em processo de lançar seu serviço de Internet via satélite, que deverá permitir uma conexão de alta velocidade sem passar por infraestrutura terrestre.

"A combinação de alta velocidade e baixa latência do Starlink com a infraestrutura e os recursos da Google proporcionará às organizações em todo o mundo a conexão rápida e segura que elas esperam", disse Gwynne Shotwell, presidente e diretora operacional da SpaceX.

"Estamos orgulhosos de trabalhar com a Google para oferecer este acesso a empresas, organizações do setor público e muitos outros grupos em todo o mundo", acrescentou.

Urs Hölzle, vice-presidente de infraestrutura da Google Cloud, disse que a parceria permitirá que as organizações que usam a rede tenham "acesso fácil, seguro e rápido aos aplicativos e serviços de que precisam para manter suas equipes funcionando".

A SpaceX e o Google esperam que esta nova oferta esteja disponível no segundo semestre de 2021.

A empresa de Elon Musk está aguardando a aprovação das autoridades para seu serviço de Internet de alta velocidade para empresas e indivíduos por meio de sua rede de mais de 1.500 satélites Starlink.

Veja também

Senadores republicanos barram votação de lei que garante acesso ao voto nos EUA
EUA

Senadores republicanos barram votação de lei que garante acesso ao voto nos EUA

Nova variante do coronavírus é identificada no estado do Rio
Variante P.5

Nova variante do coronavírus é identificada no estado do Rio