Twitter divulga novas regras para a verificação de contas na rede

Usuários terão que estar dentro de alguma das seis categorias pré-definidas pela plataforma - Foto de Solen Feyissa no Pexels

O formulário de verificação de contas do Twitter voltou. A rede social divulgou nesta quinta-feira (20), que qualquer pessoa que tenha um perfil na plataforma poderá solicitar - inclusive, através do aplicativo - a autenticidade de sua conta. O processo de verificação foi suspenso em 2017, após a empresa conceder o selo para um supremacista branco, o que não pegou bem entre a comunidade da rede. 

De acordo com a companhia, a novidade foi reformulada com base em comentários do público e na criação de critérios mais claros de elegibilidade, que seguem as diretrizes da nova política de verificação, anunciada em dezembro do ano passo. O selo azul será liberado de forma gradual e é preciso se enquadrar nas seis categorias exigidas pelo Twitter:


- Poder público
- Empresas, marcas e organizações sem fins lucrativos
- Jornalismo
- Entretenimento 
- Esportes
- Ativistas e outros indivíduos influentes

Formulário chegará para os usuários aos poucos

O candidato também deve estar com todos os dados preenchidos, incluindo nome, foto de perfil e um endereço de e-mail ou número de telefone confirmado, além de ser necessário registrar atividade nos últimos seis meses e ter aderido às regras da plataforma. O Twitter deve lançar, ainda em 2021, outras categorias consideradas para verificação, como cientistas, acadêmicos e líderes religiosos. 

Após realizar a solicitação via formulário, é necessário aguardar algumas semanas para receber um e-mail da empresa, dependendo da demanda de solicitações. Em caso positivo o usuário verá o selo azul automaticamente no perfil. Se a resposta for negativa só será possível se inscrever novamente após 30 dias.

Veja também

Senadores republicanos barram votação de lei que garante acesso ao voto nos EUA
EUA

Senadores republicanos barram votação de lei que garante acesso ao voto nos EUA

Nova variante do coronavírus é identificada no estado do Rio
Variante P.5

Nova variante do coronavírus é identificada no estado do Rio