"Mulheres Pós 2020" debate sobre justiça racial, sustentabilidade, saúde mental e mulheres invisibilizadas

Até o terceiro trimestre de 2020, 8,5 milhões de mulheres já tinham deixado a força de trabalho, conforme dado divulgado pela PNAD Contínua do IBGE. Mulheres negras, trabalhadoras informais e mães solo são a maioria entre as desempregadas. Diante dos desafios que a pandemia impõe, em especial ao público feminino, começa hoje o "Mulheres Pós 2020" (https://www.instagram.com/mulherespos2020/), evento online e gratuito que vai reunir mulheres, entre líderes, ativistas e especilistas em temas considerados mais urgentes.

Equidade

"Temos a consciência de que estamos diante de enormes desafios, alguns inéditos, outros que voltam com o retrocesso na jornada por equidade de gênero. E é preciso atentar e chamar soluções de esforço conjunto para essas mulheres que estão ficando pelo caminho", aponta a jornalista Ana Paula Padrão (foto), que será uma das mediadoras, juntamente com Lia Rizzo.

Temas

Silvia Federici, Ilona Szabó, Joice Berth e Luiza Helena Trajano são alguns dos nomes que marcam presença no encontro. Entre os temas a serem tratados: justiça racial, educação, sustentabilidade, saúde mental e mulheres invisibilizadas.
 

Encontro com mais de 20 debatedoras sobre mulheres e pandemia


Primeiro dia

Na programação do primeiro dia, o evento contará com a participação da médica do SUS (Sistema único de Saúde) e colunista do ECOA, de Julia Rocha; a advogada e escritora Alessandra Devulsky, que acaba de publicar o livro "Colorismos" (Feminismos Plurais); Jandaraci Araújo, atualmente no Banco Santander; e Mafoane Odara, pioneira entre as executivas que romperam barreiras corporativas e, por sinal, já foi entrevistada pela TV Aurora.

Magalu

A programação ainda terá a empresária Luiza Helena Trajano, contando pela primeira vez quais os aprendizados do Magalu ao lançar pioneiramente um programa de trainee somente para candidatos negros. No evento, será apresentada pesquisa inédita do Instituto Locomotivas, que mostrará os principais efeitos da pandemia na vida das mulheres.

Veja também

Kirchner e Lula defendem renovação da política e reconstrução da unidade latino-americana
Política

Kirchner e Lula defendem renovação da política e reconstrução da unidade latino-americana

Fachin proíbe PF de qualquer ato de investigação a partir da delação de Sérgio Cabral

Fachin proíbe PF de qualquer ato de investigação a partir da delação de Sérgio Cabral