A-A+

Natura lança programa de bolsas de estudos para Consultoras de Beleza com desconto de até 80%

Desde 2020, o programa de educação da marca já repassou R$ 500 mil em créditos educacionais que viabilizaram cursos de formação superior em diversas áreas do conhecimento

Em celebração ao Dia da Consultora de Beleza Natura, comemorado ontem (22), a marca anuncia a ampliação de seu ecossistema de educação. Com a nova parceria com a Quero Bolsa, mais de 1,5 milhão de Consultoras poderão ter acesso a bolsas de estudo com até 80% de desconto na mensalidade em cursos de graduação, pós-graduação e tecnólogo em mais de mil instituições de ensino espalhadas por 5 mil municípios de todo o país. Com a iniciativa, a Natura busca ampliar a capilaridade de cursos de formação superior, buscados pela maioria das Consultoras que acessam a plataforma de benefícios Natura Educação. Além da bolsa de estudos por meio do parceiro, a Natura subsidia parte do valor da pré-matrícula cobrada no momento da inscrição.

Solução

“Este é um movimento importante para ampliar o ecossistema Natura Educação para as Consultoras. Temos uma solução para qualquer pessoa, independentemente do seu grau de escolaridade ou idade, que queira começar o retomar um projeto de vida. A educação é um dos aspectos fundamentais para o desenvolvimento de cada uma de nossas Consultoras e de suas famílias, e para o avanço de nosso modelo comercial. Nosso entendimento é que, a partir de uma perspectiva integrada que transcenda a geração de renda, podemos contribuir cada vez mais para que elas tenham real prosperidade e se tornem protagonistas de suas histórias”, afirma Erasmo Toledo, vice-presidente de Negócios da Natura no Brasil.

Educação

A plataforma também conta desde 2020 com o programa Crédito Educacional Natura, voltado para Consultoras que desejam financiar um curso para si ou para um membro da sua família. O valor é repassado diretamente para a instituição educacional escolhida e aprovada pelo parceiro no projeto, a startup MOVA. No momento da solicitação do crédito, a Consultora escolhe a quantidade de parcelas para quitar o empréstimo social, que é concedido sem juros, financiado pela Natura. Desde 2020, o programa já repassou R$ 500 mil em créditos educacionais que viabilizaram cursos de formação superior nas mais diversas áreas do conhecimento, como Administração, Logística, História, Educação Física, Enfermagem, Direito e Tecnologia da Informação. 

Por falar na Natura...

Para marcar o Mês da Amazônia, a Natura realizou o painel 'Amazônia Viva', iniciativa que integra uma série de diálogos. Um dos destaques foi a recém-lançada plataforma PlenaMata, uma parceria entre Natura, Mapbiomas, InfoAmazonia e Hacklab, que disponibiliza informações e dados sobre desmatamento de forma acessível, com o objetivo de chamar a atenção para o tema e mobilizar a sociedade em torno de iniciativas de conservação e regeneração da floresta. 
 
Árvore

Segundo dados do PRODES/INPE, o desmatamento já atingiu quase 20% da Amazônia brasileira desde o início da série histórica, em 1988. Salo Coslovisky, do projeto “Amazônia 2030”, lembrou que a Amazônia tem regiões muito ricas em espécies nativas cuja extração pode ser feita sem derrubar nenhuma árvore. Por outro lado, há também áreas já desmatadas que estão com baixa ou nenhuma produtividade. 

Sobre o Mês da Amazônia

 
Pesquisa

“A participação do Brasil no mercado global de exportação é de 1.3%. Se os produtos [brasileiros] compatíveis com a floresta tivessem esse mesmo market share, a receita seria de 2 bilhões de dólares. Então, estamos deixando isso na mesa ao não prestar atenção nesta possibilidade”, comentou.
 
Conservação

Tasso Azevedo reforçou que a devastação tem se espalhado principalmente em áreas públicas de floresta não destinadas. “Por essa razão, um elemento muito importante é definir o uso dessas áreas a partir de lógicas sustentáveis”.  Nesse sentido, os painelistas apontaram a importância de modelos de negócios compatíveis com a conservação da maior floresta tropical do mundo, aliado ao empoderamento das comunidades locais.

Floresta em pé

A diretora de sustentabilidade de Natura &Co para América Latina, Denise Hills, destacou que há potencial para desenvolver negócios na Amazônia ao aliar desenvolvimento econômico com conservação da floresta em pé. 

Bate-papo sobre a preservação da Amazônia
 
Harmonia 
“O desenvolvimento de atividades em harmonia com a floresta potencializa o valor da sociobiodiversidade e transformam as cadeias de produtos com inovação e tecnologia impacto econômico e socioambiental positivo, bem como desmatamento zero. Esses são os aprendizados que a Natura compartilha e reafirma, pois existe uma vocação para a Amazônia em que é possível conciliar o desenvolvimento com o impacto socioambiental positivo”, reforça.

Parcerias

O manejo sustentável de bioativos da Amazônia colombiana, realizado pela Natura em parceria com o Instituto Sinchi, também foi um dos pontos abordados no painel. “A floresta em pé é algo fundamental para todos e os produtos não madeireiros, extraídos com o manejo responsável, se transformam em uma possibilidade de retorno digno com as comunidades”, disse Maria Soledad Hernadez.

Pesquisa

Sobre a importância do trabalho das mulheres, a representante da Associação dos Trabalhadores Agroextrativistas da Ilha das Cinzas (ATAIC), Joaquina Barbosa Malheiros, lembrou que a parceria com cooperativas ainda favorece outros aspectos como o empoderamento feminino.  “Em geral, o trabalho da mulher é invisível. Na ATAIC, dentre as mais de 300 famílias que participam da cadeia produtiva, 60% são lideradas por mulheres. Com isso, temos a possibilidade de mostrar a importância delas tanto na renda familiar quanto na cadeia produtiva, aliando o trabalho produtivo agroextrativista com o acesso ao conhecimento. Assim, valorizamos as pessoas”.

Aliás

Hoje (23), João Paulo Ferreira (CEO Natura &Co Latin America) e Guilherme Leal (Co-fundador da Natura) participarão do painel 'Decisões pelo Planeta', terceiro e último evento online realizado pela Natura Eko, em celebração ao Mês da Amazônia. Entre os tópicos discutidos, desafios para Impacto Positivo e o papel da Governança Corporativa. Também participam do debate: Maria  Laura Tinelli (Acrux Partners - Argentina), Margarita Ducci (Pacto Global - Chile) e Adevaldo Dias (Memorial Chico Mendes). A moderação será conduzida pela jornalista Sandra Boccia, diretora editorial da Globo. Evento será fechado, mas a gente vai apurar tudinho e conta por aqui na próxima edição, ok?

Ciclofaixa
A CTTU iniciou a requalificação e a ampliação da Ciclofaixa Professor Josias de Albuquerque, em Santo Amaro. O trecho de rota ciclável na Rua Treze de Maio entre a Ciclovia Jornalista Graça Araújo e a Rua Frei Cassimiro, que era unidirecional, será bidirecional. Além disso, será implantado mais 1 km, que será conectado à Ciclovia Via Norte e ao Eixo Cicloviário Camilo Simões. 

Bike
A área receberá, também, um novo desenho na Rua Frei Cassimiro com urbanismo tático, que tem o objetivo de induzir a redução de velocidade e diminuir os sinistros de trânsito. O uso de urbanismo tático tem sido um método utilizado para redução de sinistros de trânsito no Recife. Ao todo, já são mais de 350 mil pessoas beneficiadas com as intervenções, que já somam mais de 30 áreas.

 

Veja também

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 40 milhões
Loterias

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 40 milhões

Doria acusa Leite de estar reclamando e chorando sobre suspeita em prévias do PSDB
Prévias

Doria acusa Leite de estar reclamando e chorando sobre suspeita em prévias do PSDB