5 programas gastronômicos no Dia Mundial da Alimentação

'Street Food' apresenta a comida de rua em várias regiões do mundo - Divulgação/Netflix

Todo mundo reserva aquele tempinho de descanso para não pensar em coisas complexas e desgastantes. Muitas vezes esse momento vem acompanhado do que chamamos de “comfort series” ou “comfort movies”, no português: séries (e filmes) de conforto, que nada mais são do que programas bobinhos e leves que complementam a folga mental. 

Mas se engana quem pensa que “Friends” é a única “comfort série” que existe. Muitos programas de competição são escolhidos na hora de relaxar, principalmente os de culinária. O desafio maior é maratonar os episódios sem despertar a vontade de beliscar algo na geladeira. E já que nesta sexta-feira (16) é celebrado o Dia Mundial da Alimentação, as indicações de hoje são de dar água na boca. 

Dica amiga: faça o crossover de leitura e passe na editoria de Sabores do portal Folha de Pernambuco. Lá, os queridos Edi Souza e Vanessa Lins dão dicas de receitas e belisquetes que são ótimos para maratonar sem passar vontade, como o hambúrguer vegetal e o brigadeiro de Romeu e Julieta, por exemplo. 

Pronto! Agora é só escolher algum reality a seguir e apertar o play. Sextou com comida boa dentro e fora da tela. Vale lembrar que todas as indicações abaixo fazem parte do catálogo da Netflix. Confira:

Chef’s Table 

Começando pelo programa mais popular dessa lista, “Chef’s Table” estreou em 2015 e traz o estilo de cozinha e a história de chefs renomados em seus episódios. O mais legal da série é que ela troca o estilo reality – formato bem usado para este tema – pelo de documentário, conseguindo reunir várias trajetórias de vida, uma em cada episódio. Quando a temporada termina, deu pra viajar para vários países sem sair de casa. 

Indicada ao Emmy na categoria de direção, “Chef’s Table” tem seis temporadas disponíveis no catálogo da Netflix e conta com a participação do chef brasileiro Alex Atala como um dos protagonistas da segunda temporada. 

Há, ainda, duas ramificações: “Chef’s Table – França” e “Chef’s Table – Churrasco”, ambas com a primeira temporada também no streaming. 

Top Chef 

“Top Chef” já coleciona 14 indicações ao Emmy de Melhor Reality de Competição e uma vitória na mesma categoria em 2010. A versão americana tem quatro temporadas na Netflix, mas a franquia também lançou a releitura brasileira em 2019, apresentada por Felipe Bronze – essa em TV aberta (Record), ou no canal do Top Chef Brasil, no YouTube.  

A particularidade do “Top Chef” é o confinamento no estilo “Big Brother”, igualmente sem contato com o mundo exterior e com os desafios acontecendo na casa. Quem curte os dois estilos, essa é uma ótima opção. 

Street Food

Como a tradução do nome sugere, “Street Food” tem como foco a comida de rua. No estilo documentário e dos mesmos criadores de “Chef’s Table”, o programa destaca a importância cultural de cada região pela ótica de seu povo. A primeira temporada, “Street Food: Ásia”, leva o telespectador para ruas asiáticas, apresentando os costumes milenares e tão plurais.

Já a segunda temporada, que estreou em julho deste ano, traz a América Latina como cenário, mostrando a gastronomia de países como Argentina, México, Peru, Colômbia, Bolívia e Brasil. Alerta para a fome que vem com tudo durante os episódios.

Rota do Taco

E se a fome não apertou até agora, com “Rota do Taco” o delivery é certo. A série documental traz a história dos tacos, comida popular mexicana. Vários sabores e possibilidades, além da cultura, claro, são mostrados nos episódios. O programa já tem duas temporadas e é o queridinho de muitos, vale a maratona. A vontade que fica é a de arriscar reproduzir os tacos em casa.

Sugar Rush

Essa opção é para alegrar os que curtem um docinho no fim da refeição. “Sugar Rush” é o programa da confeitaria e panificação. Na Netflix se pode encontrar duas versões, a “Sugar Rush de Natal”, com uma temporada, e a “Extradoce”, com três temporadas, sendo a terceira com a última aparição de Naya Rivera, ex-Glee, antes da tragédia que a vitimou em julho deste ano. 

*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele já maratonou mais de 300 produções, totalizando aproximadamente 7 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Acesse o Portal, Podcast e redes sociais do Uma Série de Coisas neste link

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.