“Grey’s Anatomy” conclui temporada 18 com retorno às origens

Série médica está renovada para 19ª temporada

Desde sua estreia, "Grey's Anatomy" já exibiu 400 episódios - Reprodução

“Grey’s Anatomy” chegou a sua décima oitava temporada e segue sendo renovada ano após ano. Para o bem ou para o mal, o questionamento do público sobre se a próxima fase da série seria a última já virou rotina. Rumores apontam que, provavelmente, o fim poderia chegar na vigésima temporada, mas nada oficial. É verdade que, nos últimos anos, a série vem demonstrando seu amor aos fãs resgatando personagens e revivendo cenas dos primeiros anos, mas algo mudou desta vez. A seguir, spoilers da 18ª temporada. 

Quem é fã da série gosta quando a produção traz de volta personagens da “era de ouro”. Só na temporada anterior revimos Derek Shepherd (Patrick Dempsey), George O’malley (T.R. Knight), Lexie Grey (Chyler Leigh), Mark Sloan (Eric Dane), todos em uma espécie de sonho, já que Meredith (Ellen Pompeo) estava em coma vítima do coronavírus. Nesta, Addison Montgomery (Kate Walsh) foi um grande presente durante três episódios – sua presença foi requisitada por quem acompanha desde que fez sua última aparição. April Kepner (Sarah Drew) também aparece, tendo reatado com Jackson Avery (Jesse Williams)

Personagens que contribuíram para o legado da série sempre serão bem-vindos, mas a narrativa precisa continuar e, desta vez, o fim definitivo da série está mais palpável do que a velha suposição anual.

Consequências da pandemia direcionam para o fim?

A temporada 18 trouxe uma questão que nasceu na vida real: depois de dois anos intensos da pandemia do coronavírus, internos e residentes tiveram seus estudos afetados devido ao caos instalado nos hospitais. Com cirurgias a menos somadas à falta de experiência, uma sucessão de erros faz o Grey Sloan Memorial decair a ponto de perder o programa de residência.

Perdendo a capacidade de ensinar, o hospital perde sua essência. Colocar isso em pauta já seria um grande indicativo de fim da série. Ora, nada melhor do que encerrar uma história fazendo o público refletir sobre seu legado. Miranda Bailey (Chandra Wilson), sobrecarregada com a responsabilidade, acabou cedendo seu cargo à Meredith, que agora ocupa a cadeira de chefe.

Temos, enfim, a protagonista no topo da chefia do hospital onde entrou como interna. Sim, ela também cogitou deixar o hospital, mas agora será sua responsabilidade reconstruir o lugar. A situação é quase poética e um mar de possibilidades se abre. Muitos nomes podem ajuda-la (Cristina, Arizona, Callie, são os mais citados), além de todos que já fizeram aparições. 

Ao que tudo indica, a próxima temporada trará surpresas interessantes, validando ou não as suposições citadas aqui. Tivemos, ainda, subtramas valiosas, como a entrada de Kai (E.R. Fightmaster), primeira pessoa médica não-binária da história da série, e arcos mais tensos, como a fuga da família Hunt após Owen (Kevin McKidd) disponibilizar remédios para morte assistida de um paciente. 

Vale mencionar que Meredith Grey atingiu um novo patamar de importância na comunidade médica fictícia. Isso porque lutou ao lado de Amelia Shepherd (Caterina Scorsone) e uma equipe de cientistas para encontrar a cura do Parkinson e teve êxito nas pesquisas. O projeto, como citado nos episódios, abre precedente para que ela também avance contra o Alzheimer, diagnóstico que Ellis Grey (Kate Burton) teve antes de morrer. Outro ponto importante e significativo para a próxima fase do programa.

Um pouco do Brasil em “Grey’s”

A 18ª temporada também trouxe novidades para os bastidores. O roteirista Beto Skubs, de Piracicaba, passou a integrar o time ao longo dos episódios. Em especial, o 14º episódio é repleto de referências ao Brasil, já que apresentou uma família brasileira que atravessa os EUA num trailer, rumo ao hospital, em busca de tratamento cardíaco para a filha adolescente. O próprio Beto Skubs apareceu como parte do time médico que recebia a paciente na porta do lugar. 

O roteirista chegou a ser entrevistado pela coluna Uma Série de Coisas, contando detalhes da rotina na série, inspirações e outras séries, confira a entrevista aqui.

A 18ª temporada de “Grey’s Anatomy” chegou ao fim nos Estados Unidos. No Brasil, os novos episódios são exibidos pela Sony. A série também pode ser vista no Star+, Globoplay e Amazon Prime Video. Sua derivada, “Station 19” também está no Star+.

*Fernando Martins é jornalista, escritor e grande entusiasta de produções televisivas. Criador do Uma Série de Coisas, escreve semanalmente neste espaço. Instagram: @umaseriedecoisas.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Veja também

Publicidade Legal - 01 de Julho de 2022 - Editais e balanços

Publicidade Legal - 01 de Julho de 2022 - Editais e balanços

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões
Loteria

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões