Na série ‘Soulmates’, teste determina quem é sua alma gêmea

Um teste é capaz de determinar quem é a alma gêmea da pessoa em "Soulmates" - Divulgação/Prime Video

Imagine você ser casado, mas existir esse teste científico capaz de determinar quem é sua alma gêmea. Na curiosidade, aceita fazer o experimento e descobre que a “metade da laranja” não é aquela pessoa que vive ao seu lado, mas alguém novo, desconhecido. 

Esta é a premissa de “Soulmates”, série da AMC criada por William Bridges e Brett Goldstein e que foi lançada em outubro de 2020 nos Estados Unidos. No Brasil, a estreia aconteceu neste mês de fevereiro pela Amazon Prime Video e já está renovada para a segunda temporada. 

“Soulmates” é um seriado antológico, contando histórias singulares em cada episódio. Seis situações são apresentadas isoladamente em cada episódio de quase 50 minutos. O elenco conta com Sarah Snook, indicada ao Emmy pela série “Succession”, Betsy Brandt, de “Breaking Bad”, Charlie Heaton, de “Stranger Things”, Laila Costa, de “Foodie Love”, Bill Skarsgard, de “IT – A Coisa”, Kingsley Ben-Adir, de “The OA”, e Malin Åkerman, do filme “Watchmen”. 

O gênero de ficção científica costuma vir quase sempre acompanhado de reflexão sobre o comportamento humano ou sobre os pilares da nossa sociedade. Na série “Soulmates” não é diferente, ainda que tudo comece bem. A busca pela alma gêmea está atrelada a um dilema, a tecnologia é vendida como qualidade de vida, mas acaba tendo o efeito contrário. O casamento perfeito é abalado quando um dos companheiros realiza o teste e descobre “sua pessoa” fora da relação. Será que o relacionamento é suficiente? 

Em outros exemplos, um casal é contra conhecer a alma gêmea dos parceiros, ainda que um deles ultrapasse esse limite. Já no episódio seguinte, outro casal permite tudo, havendo um exercício de adaptação que passeia da monogamia para a poligamia. 

Também há casos em que a alma gêmea é insuficiente quando já se tem um relacionamento saudável. Em outro, o teste traz o resultado de que a pessoa ideal está morta. E quem passou a vida sozinha e triste está pronta para confiar no estranho que o papel aponta como alma gêmea? Todos os recortes trazem reflexões.

É curioso ver como o resultado do teste afeta os personagens em cada situação. A série mostra a pluralidade da humanidade que está sempre em busca do “felizes para sempre”, ainda que de alguma forma eles já tenham descoberto, mas não percebido.   

Apenas um episódio destoa dos demais. Enquanto a maioria dos capítulos passeia pelos vários níveis de drama e suspense, há um único que foge à regra e entra na comédia romântica. Por estar no meio de episódios pesados, ele pode quebrar um pouco o ritmo, mas a mensagem final é uma das mais bonitas da curta temporada. 

“Soulmates” é série de fazer maratona no fim de semana e uma boa oportunidade de exercitar o debate que cada episódio traz. Ela está disponível na Prime Video. Veja o trailer:

*Fernando Martins é jornalista, escritor e grande entusiasta de produções televisivas. Criador do Uma Série de Coisas, escreve semanalmente neste espaço. Acesse o Portal, Podcast e redes sociais do Uma Série de Coisas neste link

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Veja também

Senado: Flávio Bolsonaro representa contra Kajuru no Conselho de Ética
Atrito

Senado: Flávio Bolsonaro representa contra Kajuru no Conselho de Ética

UFPE publica edital de matrícula relativo ao SISU 2021 com novo cronograma
Graduação

UFPE publica edital de matrícula relativo ao SISU 2021 com novo cronograma