'The First Lady' é drama pela ótica das mulheres na Casa Branca

Série tem Viola Davis, Michelle Pfeiffer e Gillian Anderson no papel de primeiras-damas

Viola Davis, Michelle Pfeiffer e Gillian Anderson fazem parte do elenco de "The First Lady" - Divulgação

Já assistimos muitas produções que retratam o governo dos Estados Unidos e a liderança de vários Presidentes durante seu tempo no Salão Oval. Mas quando um homem ocupa a presidência de um país, o papel de primeira-dama se torna um cargo ou apenas um título? Esse e outros questionamentos são apresentados na série "The First Lady", escrita por Cathy Schulman (Crash) e dirigida por Susanne Bier (Bird Box) para a Showtime

Com Viola Davis, Michelle Pfeiffer e Gillian Anderson interpretando Michelle Obama, Betty Ford e Eleanor Roosevelt, respectivamente, "The First Lady" desenvolve o protagonismo dessas mulheres em suas épocas e como cada uma desperta seu lado questionador apesar de estarem na sombra dos cargos de seus maridos. 

Protagonismo feminino

Como toda série histórica, "The First Lady" é competente ao desenvolver o desejo de independência feminina através de mulheres fortes. Por vivermos em uma sociedade criada no patriarcado, o público foi acostumado a relembrá-las através dos feitos de seus maridos. Mas na série, distribuída no Brasil pela Paramount+, vemos que as intenções de Michelle Obama, Betty Ford e Eleanor Roosevelt eram únicas. 

Em 1930, vemos Eleanor Roosevelt compartilhar suas opiniões sobre os direitos humanos. Quando voltamos um pouco mais no tempo, descobrimos que sua versão jovem é vivida por Eliza Scanlen ("Adoráveis Mulheres" e "Objetos Cortantes"), outro grande acerto.

A chegada de Betty Ford como esposa de Gerald Ford na Casa Branca, nos anos 1970, também é interessante de ver - desde o primeiro momento, deslocada e sem muita noção do que deveria fazer, até ir lapidando sua voz da ala leste à oeste. Também acompanhamos a relação de Michelle e Barack Obama, agora em uma época onde os embates de gênero são mais claros, sem entrelinhas, e também onde se apresenta um casal mais independente um do outro.

Elenco forte em enredo simples

O elenco é de peso e a vitrine da série está na caracterização de suas protagonistas. Talvez Viola Davis seja a que mais se aproxima de uma atuação quase caricata, mas isso não chega a ser um defeito. A produção ganha uma simplicidade nunca vista em temas políticos ao deixar de lado o aprofundamento do governo de cada época para focar na narrativa das relações e na ambientação do início, meio e fim de Michelle, Betty e Eleanor. A ideia é boa, quanto mais leve é a linguagem, mais acessível é o enredo. 

"The First Lady" está em exibição, no Brasil, pela Paramount+. A primeira temporada terá um total de sete episódios, onde quatro já estão disponíveis no catálogo da plataforma. Assista ao trailer:    

*Fernando Martins é jornalista, escritor e grande entusiasta de produções televisivas. Criador do Uma Série de Coisas, escreve semanalmente neste espaço. Instagram: @umaseriedecoisas.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

Veja também

Copa do Brasil: Atlético-MG derrota Brasiliense e está nas oitavas
Futebol

Copa do Brasil: Atlético-MG derrota Brasiliense e está nas oitavas

Daniel Silveira diz não usar mais tornozeleira e afirma que 'Judiciário não faz mais nada'
Política

Daniel Silveira diz não usar mais tornozeleira e afirma que 'Judiciário não faz mais nada'